Café: Impulsionada por estimativa de déficit, NY encerra mais uma sessão de altas expressivas

Publicado em 10/12/2019 16:36
1263 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica encerrou mais uma sessão de altas expressivas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os principais contratos registraram altas de até 490 pontos nesta terça-feira (10). 

Dezembro/19 subiu 475 pontos, cotado a 132,05 cents/lbp, março/20 subiu 490 pontos, cotado a 133,30 cents/lbp, maio/20 subiu 485 pontos, cotado a 135,40 cents/lbp, julho/20 também encerrou as cotações com alta de 485 pontos, cotado a 135,40 cents/lbp. 

As altas confirmam as análises de que os preços poderiam ser mantidos em alta até o final de 2019 após um ano em que os produtores enfrentaram um mercado sempre com valores abaixo do esperado pelo setor. A perspectiva de que os estoques globais de café diminuam em direção a um déficit estimulou a compra de café por fundos nas últimas duas semanas.

"Além disso, os estoques de café arábica continuam em declínio, o que também fornece suporte aos preços do café. Os estoques de café arábica monitorados pelo ICE caíram para uma baixa de 16 meses, de 2,056 milhões de sacas na última terça-feira", destacou o site internacional Barchart.

No Brasil, o mercado interno acompanhou Nova York e registrou altas nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 duro teve alta de 2,75% em Guaxupé/MG, estabelecendo os valores por R$ 560,80. Em Poços de Caldas/MG a alta foi de 2,86%, por R$ 540,00. Em Patrocínio/MG a alta foi de 5,61%, estabelecendo preço por R$ 565,00. Franca/SP teve alta de 3,64%, por R$ 570,00. 

O tipo 4/5 teve alta em duas das principais praças do país. Em Guaxupé/MG a elevação foi de 2,80%, por R$ 550,00. Franca/SP teve alta de 3,57%, estabelecendo preço por R$ 580,00. Varginha/MG teve queda de 0,89 por R$ 555,00. 

O tipo cereja descascado também registrou alta nas principais praças. Em Guaxupé/MG teve alta de 2,57%, por R$ 598,60. Patrocínio/MG registrou valorização de 5,26%, por R$ 600,00 e em Varginha/MG a alta foi de 5,36%, estabelecendo o preço por R$ 570,00. 

Veja mais cotações aqui  

Tags:
Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • miguel moura abdalla piraju - SP

    No Brasil também tem produtor que faz estatística...

    0
  • miguel moura abdalla piraju - SP

    Safra ano 2020... Déficit de 5.500.000 sacas de café...

    0