Café: Bolsa de Nova York volta a registrar baixas de mais de 100 pontos

Publicado em 16/01/2020 11:59
303 exibições
Contratos futuros voltam a cair após Conab divulgar que o Brasil poderá colher cerca 45,98 milhões sacas de café na safra 2020

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica voltou a registrar quedas mais expressivas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). No início da tarde desta quinta-feira (16), os principais contratos tinham baixas de até 135 pontos. 

Março/20 registrava baixa de 135 pontos, negociado a 112,95 cents/lbp, maio/20 recuava 130 pontos, cotado a 115,35 cents/lbp, julho/20 desvalorizava 135 pontos, negociado a 117,55 cents/lbp e setembro/20 registrava queda de 125 pontos, sendo negociado por 119,80 cents/lbp. 

Os contratos futuros voltam a cair após a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que apontar no 1º Levantamento da Safra 2020 de Café que país poderá colher entre 43,2 e 45,98 milhões de sacas beneficiadas de arábica e entre 13,95 a 16,04 milhões de sacas de conilon. 

Mercado interno

No Brasil, o mercado interno acompanhou Nova York e registrou poucas variações nas principais praças produtoras do país. Confira: 

O tipo 6 duro teve alta de 0,99% em Guaxupé/MG, estabelecendo os valores por R$ 511,00. Poços de Caldas/MG registrou aumento de 0,62%, cotado a R$ 488,00. Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 475,00, Araguarí/MG também manteve a estabilidade por R$ 510,00, assim como Varginha/MG que não registrou alterações, mantendo o valor de R$ 500,00. 

O tipo cereja descascado registrou alta de 0,92% em Guaxupé/MG, com valor de R$ 551,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 0,54%, cotado a R$ 558,00. Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 525,00 e Varginha/MG manteve o preço de R$ 515,00. 

O tipo 4/5 teve alta de 0,61% em Poços de Caldas/MG, cotado a R$ 498,00. Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 505,00 e Franca/SP não registrou alterações, sendo cotado a R$ 500,00. 

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Carlos Eduardo Senju Araguari - MG

    Conab ajudando a quebrar a cafeicultura que pede socorro!

    Típico de brasileiro!

    1