Café: Após dia tranquilo, NY encerra sessão com baixas nos contratos futuros

Publicado em 21/01/2020 16:55
299 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica encerrou as negociações desta terça-feira (21) com baixas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Após iniciar o dia com movimentações técnicas, os principais contratos finalizaram o dia com baixas de 110 pontos. 

Março/20 finalizou as cotações valendo 111,05 cents/lbp, maio/20 cotado a 113,35 cents/lbp, junho/20 por 115,65 cents/lbp e setembro/20 negociado a 117,75 cents/lbp.  O mercado encerrou com baixas após operar de maneira técnica durante toda a sessão desta terça-feira (21).

"Chuvas foram registradas nas áreas de café do Brasil. A safra brasileira está se desenvolvendo bem, mas alguns exportadores estão sem suprimentos para vender. Eles podem ter encontrado um pouco mais para vender na última semana, pois as ofertas aumentaram do país devido à fraqueza do real", destacou o analista de mercado Jack Scoville, do Price Future Groups. 

Segundo o site internacional Barchart, as perspectivas de recuperação da produção brasileira de café estão alimentando a venda de futuros de café depois que a Conab, disse na quinta-feira passada que vê a produção de café Brasil 2020/21 subindo para 57,2-62,0 milhões de sacas, até +25,8 % de 49,3 milhões de sacas em 2019/20. 

Mercado Interno 

No Brasil, o mercado interno brasileiro mais uma vez acompanhou Nova York e registrou algumas variações. Segundo o analista Eduardo Carvalhes, devido as baixas em Nova York, o mercado interno tem tido

O tipo 6 duro registrou baixa de 1%, cotado a R$ 495,00 em Guaxupé/MG, Poços de Caldas/MG teve baixa de 1,03%, cotado a R$ 480,00. Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 480,00, Araguarí/MG manteve o valor de R$ 490,00, assim como Varginha/MG que não registrou alterações, mantendo o valor de R$ 500,00. 

O tipo 4/5 teve desvalorizou 1,01% em Poços de Caldas/MG, cotado a R$ 490,00. Varginha/MG teve baixa de 0,98%, valendo R$ 505,00. Franca/SP manteve a estabilidade por R$ 495,00. 

O tipo cereja descascado também registrou variações em algumas praças produtoras do país. Em Guaxupé/MG a baixa foi de 0,93%, por R$ 535,00. Poços de Caldas/MG desvalorizou 0,91%, valendo R$ 545,00. Varginha/MG teve baixa de 2,83%, cotado a R$ 515,00 e Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 530,00. 

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Everton Ropson Fritz SANTO AUGUSTO - RS

    Quero ver as noticias a respeito da desvalorização do café que aconteceu desde o dia 16/12/2019. Em 30 dias a desvalorização é de aproximadamente 25%. E muitos noticiam a forte valorização que ocorreu no ultimo trimestre do ano passado. Café abaixo de 500.00 reais novamente e os produtores no prejuízo novamente. Nova York manipulando o mercado e quebrando com a cafeicultura brasileira

    0