Café: Altas expressivas voltam a ser registradas e câmbio sustenta valores

Publicado em 13/02/2020 17:05 819 exibições

LOGO nalogo

Após várias sessões com movimentações técnicas ou de baixas, o mercado futuro do café arábica encerrou a sessão desta quinta-feira (13) com altas de mais de 300 pontos nos principais contratos. 

Março/20 teve valorização de 380 pontos, valendo 104,45 cents/lbp, maio/20 subiu 395 pontos, cotado a 106,70 cents/lbp, julho/20 teve alta de 390 pontos, por 108,75 cents/lbp e setembro/20 registrou alta de 385 pontos, sendo negociado por 110,75 cents/lbp. 

Segundo Lucio Dias, Superintendente Comercial Cooxupé, na próxima semana o mercado tende a continuar com movimentações de recuperação e alta. "Na minha opinião, nós estamos com uma posição muito vendida dos fundos de mercado para março e logo na semana que vem já começa a entrega dos cafés para março", afirma. 

De acordo com o especialista, atualmente o café mais barato, mundialmente falando, é o café certificado de Nova York. "Se as indústrias falarem que querem o café certificado na Bolsa, que hoje somam 2 milhões de 100 mil sacas, isso vai dar uma recompra mais forte ainda e vai fazer com que o mercado continue melhorando", afirma. 

O site internacional Barchart destacou as questões cambiais desta quinta-feira (13) para justificar as altas em Nova York. "O real brasileiro subiu 0,25% em relação ao dólar na quinta-feira, depois que o banco central do Brasil leiloou US $ 1 bilhão em swaps cambiais para aumentar o real", afirmou em sua análise diária. 

No Brasil, o mercado físico interno, como de costume acompanhou as movitações do exterior e também encerrou com expressivas altas nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 duro teve alta de 4,17% em Araguarí/MG, estabelecendo os preços por R$ 500,00. Guaxupé/MG registrou alta de 3,13%, cotado a R$ 495,00. Poços de Caldas/MG registrou valorização de 1,71%, cotado a R$ 475,00. Patrocínio/MG registrou alta de 1,06%, por R$ 475,00. Varginha/MG subiu 1,03%, valendo R$ 490,00. Em Franca/SP teve valorização de 2,08% e encerrou as negociações por R$ 490,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 2,91%, em Guaxupé/MG estabelecendo os valores por R$ 530,00. Poços de Caldas/MG teve alta de 1,50%, cotado a R$ 541,00. Patrocínio/MG subiu 0,96%, valendo R$ 525,00 e os mesmos valores foram registrados em Varginha/MG. 

O tipo 4/5 registrou alta de 2,04% em Franca/SP, por R$ 500,00, Varginha/MG registrou alta de 1,02%, por R$ 495,00. Poços de Caldas/MG encerrou as negociações por R$ 1,68%, cotado a R$ 485,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Jair Del Cól Valinhos - SP

    E VIVA o presidente da COOXUPÉ. Foi só ele falar de expectativa de safra, baixa e os preços voaram. Parabéns presidente.

    0