Mercado reage e café tem alta de mais de 400 pontos em NY; dólar caindo nesta 6ª

Publicado em 14/02/2020 11:57
605 exibições

LOGO nalogo

Após iniciar o dia com poucas movitações, o mercado futuro do café arábica reagiu e registrava altas de mais de 400 pontos na Bolsa de Nova York (ICE Future US) no início da tarde desta sexta-feira (14). 

Às 11h55 (horário de Brasília), março/20 subia 435 pontos, cotado a 108,70 cents/lbp, maio/20 tinha alta de 420 pontos, valendo 110,90 cents/lbp, julho/20 subia 425 pontos, cotado a 112,95 cents/lbp e setembro/20 registrava valorização de 420 pontos, sendo negociado por 114,85 cents/lbp.  

Também no início da tarde, o dólar registrava queda de 0,64%, cotado a R$ 4,308 na venda. Os contratos futuros registraram altas na última sessão, depois que Banco Central leiloou US $ 1 bilhão em swaps cambiais para aumentar o real.  O BC anunciou ainda na quinta-feira que fará nesta sexta-feira mais um leilão de até 20 mil contratos de swap cambial tradicional, no equivalente a 1 bilhão de dólares, em oferta líquida desses ativos.

Na última sessão, o mercado físico interno, como de costume acompanhou as movitações do exterior e também encerrou com expressivas altas nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 duro teve alta de 4,17% em Araguarí/MG, estabelecendo os preços por R$ 500,00. Guaxupé/MG registrou alta de 3,13%, cotado a R$ 495,00. Poços de Caldas/MG registrou valorização de 1,71%, cotado a R$ 475,00. Patrocínio/MG registrou alta de 1,06%, por R$ 475,00. Varginha/MG subiu 1,03%, valendo R$ 490,00. Em Franca/SP teve valorização de 2,08% e encerrou as negociações por R$ 490,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 2,91%, em Guaxupé/MG estabelecendo os valores por R$ 530,00. Poços de Caldas/MG teve alta de 1,50%, cotado a R$ 541,00. Patrocínio/MG subiu 0,96%, valendo R$ 525,00 e os mesmos valores foram registrados em Varginha/MG. 

O tipo 4/5 registrou alta de 2,04% em Franca/SP, por R$ 500,00, Varginha/MG registrou alta de 1,02%, por R$ 495,00. Poços de Caldas/MG encerrou as negociações por R$ 1,68%, cotado a R$ 485,00.

>>> Veja mais cotações aqui

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário