Após feriado, Nova York inicia semana com alta nos principais vencimentos

Publicado em 18/02/2020 07:56
309 exibições

LOGO nalogo

Após um dia sem operações na Bosa de Nova York (ICE Future US), o mercado futuro do café arábica iniciou a sessão desta terça-feira (18) com altas nos principais vencimentos. 

Às 7h55 (horário de Brasília), março/ subia 140 pontos, cotado a 110,50 cents/lbp, maio/20 tinha valorização de 145 pontos, valendo 112,80 cents/lbp, julho/20 registrava alta de 150 pontos, cotado por 114,90 cents/lbp e setembro/20 tinha valorização de 145 pontos, valendo 116,90 cents/lbp. 

O mercado inicia a semana com altas, após encerrar as duas últimas sessões com valorizações expressivas em Nova York. Analistas ouvidos pelo Notícias Agrícolas, afirmam que esse pode ser um momento de recuperação para o setor, que vem registrando preços abaixo do esperado desde as primeiras semanas de janeiro. Além disso, destacam que a safra 2020/21 deverá ser uma safra de ciclo alto, porém mais baixa que a safra de 2018. 

Sem a referência da Bolsa de Nova York (ICE Future US), o mercado físico brasileiro teve um dia tranquilo na segunda-feira (17), sem grandes variações.

O tipo 6 duro teve a maior alta registrada em Araguarí/MG, com valorização de 4%, estabelecendo os preços por R$ 520,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 1,01%, por R$ 500,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 515,00. Patrocínio/MG também não registrou variações, cotado por R$ 500,00 e Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 510,00. 

O tipo cereja descascado teve alta em Poços de Caldas/MG, com valorização de 0,88%, cotado a R$ 570,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 545,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 570,00 e Varginha/MG também não registrou variações, mantendo R$ 530,00.

O tipo 4/5 registrou alta de 0,99%, estabelecendo o valor de R$ 510,00. Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 515,00, assim como Franca/SP que não registrou variações, mantendo o valor de R$ 505,00. 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário