Café: Bolsa de Nova York opera com movimentações técnicas nesta 3ª feira

Publicado em 18/02/2020 11:58
327 exibições

LOGO nalogo

Após iniciar a sessão desta terça-feira (18) com altas de mais de 100 pontos na Bolsa de Nova York (ICE Future US), no início da tarde os principais contratos registravam movimentações técnicas. 

Às 11h56 (horário de Brasília), março/20 tinha alta de 10 pontos, cotado a 109,20 cents/lbp, maio/20 subia 25 pontos, valendo 111,60 cents/lbp, julho/20 tinha valorização de 35 pontos, por 113,75 cents/lbp e setembro/20 registrava valorização de 45 pontos, cotado por 115,90 cents/lbp. 

O mercado iniciou a semana com altas, após encerrar as duas últimas sessões com valorizações expressivas em Nova York. Analistas ouvidos pelo Notícias Agrícolas, afirmam que esse pode ser um momento de recuperação para o setor, que vem registrando preços abaixo do esperado desde as primeiras semanas de janeiro. Além disso, destacam que a safra 2020/21 deverá ser uma safra de ciclo alto, porém mais baixa que a safra de 2018. 

Sem a referência da Bolsa de Nova York (ICE Future US), o mercado físico brasileiro teve um dia tranquilo na segunda-feira (17), sem grandes variações.

O tipo 6 duro teve a maior alta registrada em Araguarí/MG, com valorização de 4%, estabelecendo os preços por R$ 520,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 1,01%, por R$ 500,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 515,00. Patrocínio/MG também não registrou variações, cotado por R$ 500,00 e Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 510,00. 

O tipo cereja descascado teve alta em Poços de Caldas/MG, com valorização de 0,88%, cotado a R$ 570,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 545,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 570,00 e Varginha/MG também não registrou variações, mantendo R$ 530,00.

O tipo 4/5 registrou alta de 0,99%, estabelecendo o valor de R$ 510,00. Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 515,00, assim como Franca/SP que não registrou variações, mantendo o valor de R$ 505,00. 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário