Café: Logística e Coronavírus voltam a pressionar e preços sobem em NY

Publicado em 20/03/2020 13:35 e atualizado em 20/03/2020 14:18
650 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica segue operando com valorizações para os principais contratos nesta sexta-feira (20) na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Os preços voltaram a subir em um dia em que a logísitca voltou a preocupar o setor de café a nível mundial. 

Às 13h29 (horário de Brasília) maio/20 registrava alta de 585 pontos, valendo 118,55 cents/lbp, julho/20 subia 500 pontos, valendo 118,50 cents/lbp, setembro/20 tinha valorização de 430 pontos, negociado por 118,75 cents/lbp e dezembro/20 tinha valorização de 385 pontos, negociado por 119,55 cents/lbp. 

"Os preços do café hoje subiram depois que o comerciante de café Volcafe disse aos clientes que a pandemia de coronavírus está causando atrasos logísticos que se tornarão "mais generalizados" nos principais países produtores de café, o que pode causar atrasos nos embarques de café para portos e outras operações de transporte", destacou o site internacional Barchart em sua análise diária. 

Durante a Feira do Cerrado, na semana passada, Lúcio Dias da Cooxupé já havia alertado o setor de que problemas de logísticas poderiam afetar os embarques de café por conta do Coronavírus e que a demanda mundial poderia ser afetada, o que também faria com que os preços registrassem alta em Nova York. 

>>> Pandemia fará café subir por falta de containers para levar grãos do Brasil para o mundo

Última sessão

O tipo 6 duro registrou valorização de 2,73% em Guaxupé/MG, estabelecendo os preços por R$ 565,00. Poços de Caldas/MG teve alta de 1,79% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 570,00. Araguarí/MG encerrou com valorização de 5,56%, valendo R$ 570,00. 

O tipo cereja descascado teve alta de 1,68% em Guaxupé/MG, com valores de R$ 605,00. Poços de Caldas/MG subiu 1,59%, valendo R$ 640,00 em Patrocínio/MG a valorização foi de 1,67%, valendo R$ 610,00. 

O tipo 4/5 teve alta de 1,75% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 580,00, Varginha subiu 1,82%, valendo R$ 560,00 e Franca/SP teve valorização de 1,72%, valendo R$ 570,00. 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário