Café finaliza pregão com valorização sustentada por preocupação com abastecimento na América do Sul

Publicado em 23/03/2020 17:58
1106 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica encerrou a sessão desta segunda-feira (23) com altas nos principais contratos. O mercado opera em alta, mas se preocupa com abastecimento do café em toda a América do Sul. 

Maio/20 subiu 155 pontos, valendo 121,25 cents/lbp, julho/20 teve alta de 225 pontos, negociado por 122 cents/lbp, setembro/20 teve valorização de 235 pontos, valendo 122,45 cents e dezembro/20 subiu 210 pontos, valendo 123,05 pontos. 

O site internacional Barchart destacou em sua análise diária que as cotações trabalham com altas, motivadas pela preocupação do abastecimento do grão na América do Sul. 

"O estado brasileiro de São Paulo começará uma quarentena de 15 dias a partir de terça-feira, a Columbia suspendeu toda a sua população por três semanas e El Salvador ordenou o fechamento de todos os negócios não essenciais até 3 de abril", destacou. As medidas foram tomadas para evidar o aumento de casos do Coronavírus. 

O clima do Brasil também tem sustentado os preços em Nova York, afirma o Barchart. "Um fator de suporte para os preços do café é o clima mais úmido no Brasil, que pode impedir que as fazendas de café encharcadas de chuva sequem após as recentes chuvas fortes. A Somar Meteorologia divulgou na segunda-feira que as chuvas em Minas Gerais, a maior região produtora de café arábica do Brasil, foram de 65,5 mm na semana passada, ou 165% da média histórica", destacou. 

No Brasil, o mercado físico encerrou com variações mistas nas principais regiões produtoras do país. 

O tipo 6 duro teve baixa de 0,87% em Guaxupé/MG, valendo R$ 570,00. Patrocínio/MG registrou alta de 1,75%, valendo R$ 580,00. Araguarí/MG encerrou com baixa de 1,75%, valendo R$ 560,00. 

O tipo cereja descascado teve baixa de 0,81%, valendo R$ 610,00 em Guaxupé/MG. Patrocínio/MG teve queda de 3,23%, valendo R$ 600,00. Varginha/MG teve alta de 1,71%, valendo R$ 595,00. 

O tipo 4/5 teve alta de 1,77% em Varginha/MG, valendo R$ 575,00. Franca/SP registrou valorização de 3,33%, por R$ 620,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 590,00. 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário