Café: Com dólar caindo, principais contratos sobem em NY nesta 2ª feira

Publicado em 06/04/2020 12:04 e atualizado em 06/04/2020 14:06 298 exibições

LOGO nalogo

Após iniciar a sessão desta segunda-feira (6) com movimentações técnicas e de baixas, o mercado futuro do café arábica virou e passar a registrar movimentações positivas na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Por volta de 12h02 (horário de Brasília), maio/20 registrava alta de 105 pontos, valendo 115,95 cents/lbp, julho/20 subia 55 pontos, negociado por 117,10 cents/lbp, setembro/20 tinha valorização de 40 pontos, valendo 118 cents/lbp e dezembro/20 registrava valoriação de 65 pontos, negociado por 119,45 cents/lbp.  

O câmbio é um dos principais fatores para a alta desta segunda-feira. "O real se recuperou hoje contra o dólar, com sinais de que o Banco Central do Brasil (BCB) pode estar próximo de intervir nos mercados de câmbio em apoio ao real, depois que o presidente do BCB, Neto Neto, alertou hoje que o banco central ficará de olho em qualquer tipo de disfuncionalidade no mercado", destacou o site internacional Barchart. 

O mercado do café, apesar das baixas registradas nas últimas sessões, é um dos que ainda não sofreram impactos tão severos pela pandemia do Coronavírus. As incertezas com embarques, a pouca quantidade de café no mercado e o aumento de consumo doméstico da bebida, têm sustentado os preços mais positivos em Nova York e consequentemente no mercado físico brasileiro também. 

"O mercado físico brasileiro de café apresentou-se firme por toda a semana e mais ativo nos dias em que Nova York trabalhou em alta. É grande o interesse por todos os tipos de café, mas principalmente pelos arábicas de boa qualidade a finos da safra corrente", destacou o Escritório Carvalhes em sua última análise. 

Mercado interno - Última sessão

O mercado físico brasileiro acompanhou o exterior e também finalizou com movimentações nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 duro teve queda de 1,67% em Guaxupé/MG, sendo negociado por R$ 590,00. Poços de Caldas/MG teve alta de 1,75%, negociado por R$ 580,00. Patrocínio/MG registrou queda de 0,85%, estabelecendo os preços por R$ 580,00. 

O tipo 4/5 subiu 1,72% em Poços de Caldas/MG, cotdo por R$ 590,00. Varginha/MG registrou queda de 0,85% em Varginha/MG, valendo R$ 580,00. Franca/SP teve baixa de 3,28%, negociado por R$ 590,00.  

O tipo cereja descascado subiu 1,55% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 635,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 1,54%, valendo R$ 660,00. Patrocínio/MG teve queda de 0,79%, cotado por R$ 630,00.

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário