Café anda de lado após altas motivadas pelo clima na última sessão

Publicado em 28/07/2020 09:07 430 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu a sessão desta terça-feira (28) andando de lado para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). No início da manhã, as cotações registravam apenas quedas técnicas, após uma sessão de valorização motivadas pelas previsões climáticas para o sul de Minas Gerais. 

Por volta das 09h03 (horário de Brasília), setembro/20 tinha queda de 25 pontos, valendo 110,15 cents/lbp, dezembro/20 tinha baixa de 25 pontos, negociado por 113,05 cents/lbp, março/21 tinha queda de 20 pontos, negociado por 115 cents/lbp e maio/21 registrava desvalorização de 10 pontos, valendo 116,10 cents/lbp. 

Na última sessão, o site internacional Barchart destacou em sua análise diária, que os preços voltaram a subir após previsões de quedas de temperaturas no sul de Minas Gerais serem divulgadas. "Somar Meterologia disse que uma frente fria esta semana pode ameaçar as lavouras de café nas regiões produtoras de café do Brasil", afirmou. 

Também por volta deste horário, o dólar registrava alta de 0,57% e era cotado por R$ 5,19 na venda. O dólar valorizado pode dar suporte de baixa para os preços do café na Bolsa. Em contrapartida, os valores são positivos para as exportações. O Brasil além de maior produtor de café do fundo, é também o maior exportador. A expectativa é que com a safra brasileira entrando no mercado, o país volte a exportar de maneira bastante expressiva no segundo semestre. 

Mercado Interno - Última sessão 

No Brasil, as cotações finalizaram o dia próximo da estabilidade nas principais regiões produtoras do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 0,92% em Guaxupé/MG, valendo R$ 547,00. Patrocínio/MG registrou alta de 0,95%, negociado por R$ 530,00. Franca/SP teve valorização de 1,85%, negociado por R$ 550,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 520,00, Araguarí/MG manteve o valor de R$ 530,00 e Varginha/MG manteve o valor de R$ 565,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 0,83% em Guaxupé/MG, valendo R$ 605,00. Patrocínio/MG registrou valorização de 0,87%, negociado por R$ 580,00. Poços de Caldas/MG manteve a estabilidade por R$ 620,00 e Varginha/MG também manteve o valor de R$ 620,00. 

>>> Veja mais cotações aqui

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário