Dólar abre em baixa e café volta a subir em Nova York nesta quarta-feira

Publicado em 29/07/2020 09:09 e atualizado em 29/07/2020 10:18 350 exibições

LOGO nalogo

A quarta-feira (29) começou com valorização para os principais contratos do mercado futuro do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O dólar abriu o pregão em baixa, o que pode dar suporte de altas para os preços no exterior. 

Por volta das 9h06 (horário de Brasília), setembro/20 tinha alta de 120 pontos, valendo 110,85 cents/lbp, dezembro/20 registrava valorização de 115 pontos, negociado por 113,75 cents/lbp, março/21 subia 115 pontos, valendo 115,70 cents/lbp e maio/21 subia 100 pontos, sendo negociado por 116,60 cents/lbp.

No início desta quarta-feira (29), o dólar registrava queda de 0,57% e era cotado por R$ 5,13 na venda. O dólar desvalorizado pode dar suporte de alta para os preços no exterior. Mesmo com a queda, os valores continuam positivos para exportação. O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. Com a entrada da nova safra no mercado, a tendência é que o país volte a exportar volumes expressivos neste segundo semestre.  

"O dólar abriu em queda contra o real nesta quarta-feira, dia de decisão de política monetária do Federal Reserve, com expectativa de que o banco central norte-americano mantenha sua postura expansionista", destacou a agência em sua primeira análise sobre o dólar nesta quarta. 

Mercado Interno - Última sessão 

No Brasil, o mercado finalizou com valoriação com apenas em algumas praças produtoras, mantendo a estabilidade dos preços na maioria das regiões. Vale lembrar que apesar dos preços do café em Nova York registrarem baixas em algumas sessões, no Brasil, o mercado interno tem sido sustentado pela alta do dólar, que garante que o produtor consiga fechar bons negócios. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 2,88% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 535,00. Araguarí/MG teve alta de 1,89%, negociado por R$ 540,00. Guaxuope/MG manteve a estabilidade por R$ 547,00, assim como Patrocínio/MG, que manteve os valores de R$ 530,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 4,84% em Poços de Caldas/MG, sendo negociado por R$ 650,00. Campos Gerais/MG teve queda de 1,61%, negociado por R$ 610,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 605,00 e Patrocínio/MG manteve o valor por R$ 580,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário