Café finaliza julho mantendo valorização em NY e no BR, com otimismo de demanda aquecida

Publicado em 31/07/2020 17:45 814 exibições

LOGO nalogo

A semana termina com valorização para o mercado de café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Future US). As cotações voltaram a subir de maneira mais expressiva, depois que grandes multinacionais do café divulgaram uma melhora nas vendas de café durante o mês de julho. 

Setembro/20 teve alta de 360 pontos, valendo 118,95 cents/lbp, dezembro/20 subiu 335 pontos, valendo 121,60 cents/lbp, março/21 teve alta de 325 pontos, negociado por 123,15 cents/lbp e maio/21 teve alta de 310 pontos, valendo 123,90 cents/lbp. 

"O otimismo da demanda alimentou uma alta de duas semanas nos futuros do café. O CEO da Starbucks disse na quarta-feira em uma teleconferência quarta-feira que as vendas em lojas comparáveis ​​da empresa nos EUA se tornaram positivas em julho", destacou o site internacional Barchart em sua análise diária. 

A análise destacou ainda que depois da Starbucks, foi a vez da Nestlé mostrar um aquecimento na demanda do café e dar suporte de alta aos preços do exterior. As valorizações para os principais contratos ultrapassaram os 300 pontos. A Nestlé SA divulgou que ultrapassou os rivais em dificuldades de bens de consumo ao reportar vendas mais altas em meio à forte demanda por café em escritórios domésticos. 

No Brasil, o mercado físico acompanhou o exterior e finalizou a semana também com valorização. "Os indicadores calculados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) para as variedades arábica e conilon tiveram incremento de 6,8% e 1,4%, respectivamente cotados a R$ 541,57/saca e a R$ 365,34/saca", destacou o CNC. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 2,60% em Guaxupé/MG, estabelecendo os preços por R$ 592,00. Poços de Caldas/MG teve alta de 1,72%, valendo R$ 590,00. Varginha/MG registrou alta de 3,45%, negociado por R$ 600,00. Franca/SP teve valorização de 5,26%, valendo R$ 600,00 e Cafelândia/PR subiu 1,92%, estabelecendo os preços por R$ 478,80.

O tipo cereja descascado teve alta de 1,60% em Guaxupé/MG, valendo R$ 635,00. Poços de Caldas/MG subiu 1,39%, valendo R$ 730,00, Varginha/MG subiu 4,84%, estabelecendo os preços por R$ 650,00 e Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 605,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário