Após preços explodirem em Nova York, café volta a operar com estabilidade

Publicado em 05/08/2020 13:23 1005 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica segue operando com poucas movimentações para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). No pregão da manhã, os contratos chegaram a subir de maneira mais expressiva após novas informações da OIC, mas o mercado recuou e registrava poucas variações no início da tarde. 

Por volta das 13h22 (horário de Brasília), setembro/20 registrava alta de 55 pontos, valendo 121,65 cents/lbp, dezembro/20 tinha baixa de 10 pontos, negociado por 123,45 cents/lbp, março/21 registrava queda de 20 pontos, valendo 125,15 cents/lbp e maio/21 tinha alta de 25 pontos, valendo 126,55 cents/lbp.

Nesta quarta-feira (5), a Organização Internacional do Café (OIC) revisou a sua projeção de balanço global para a safra 2019/2020 para um déficit de 486 mil sacas. A alteração, que consta em relatório publicado nesta quarta-feira pela entidade, é decorrência de uma previsão de aumento na demanda e diminuição da oferta.

>>> OIC reduz projeção de oferta global de café em 2019/20 para 168 mi de sacas e estima déficit

Mercado Interno - Última sessão 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve valorização de 3,35% em Guaxupé/MG, valendo R$ 617,00. Poços de Caldas/MG registrou alta de 1,20%, valendo R$ 592,00, Patrocínio/MG registrou alta de 1,72%, negociado por R$ 590,00. Em Campos Gerais/MG a alta foi de 2,50%, valendo R$ 615,00. Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 600,00 e Araguarí/MG manteve o valor de R$ 595,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 3,13% em Guaxupé/MG, valendo R$ 660,00, Poços de Caldas/MG registrou valorização de 0,97%, negociado por R$ 732,00, Patrocínio/MG teve valorização de 1,59%, negociado por R$ 640,00 e Campos Gerais/MG registrou valorização de 2,27%, negociado por R$ 675,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário