Café: Com previsão de tempo estável em Minas Gerais, preços finalizam com baixas

Publicado em 10/08/2020 16:13 e atualizado em 10/08/2020 16:44 771 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica finalizou o primeiro pregão da semana com quedas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). As previsões de um tempo estável, sinalizando um avanço da colheita no Brasil, pressionaram o mercado nesta segunda-feira (10). 

Setembro/20 encerrou com queda de 285 pontos, valendo 112,60 cents/lbp, dezembro/20 teve baixa de 260 pontos, negociado por 115,30 cents/lbp, março/21 encerrou com queda de 255 pontos, valendo 117,55 cents/lbp e maio/21 teve baixa de 250 pontos, valendo 118,65 cents/lbp.  

"O café arábica na segunda-feira caiu devido às expectativas de um ritmo mais acelerado para a safra de café do Brasil. A Somar Meteorlogia disse segunda-feira que não choveu em Minas Gerais na última semana, o que deve permitir a aceleração da colheita de café no Brasil", destacou o site internacional Barchart em sua análise diária. 

Do lado positivo para o café, o otimismo com uma demanda mais aquecida pode favorecer os preços em Nova York. A análise do Barchart voltou a descartar as boas vendas para gigantes do café como Nestlé e Starbucks durante o mês de julho. "A oferta de café continua a apertar, o que representa alta para os preços do café, já que os estoques de café arábica monitorados pela ICE na segunda-feira caíram para 1,437 milhão de sacas", reforçou. 

No Brasil, o mercado físico acompanhou o exterior e finalizou com baixas nas principais praças produtoras do país.

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve baixa de 2,70% em Guaxupé/MG, valendo R$ 577,00. Poços de Caldas/MG registrou queda de 1,74%, negociado por R$ 565,00. Patrocínio/MG finalizou com baixa de 3,42%, valendo R$ 565,00. Varginha/MG encerrou com desvalorização de 0,84%, valendo R$ 590,00 e Campos Gerais/MG registrou queda de 1,68%, negociado por R$ 585,00. Em Franca/SP, a desvalorização foi de 3,33%, com valores estabelecidos por R$ 580,00.

O cenário foi o mesmo para o café tipo cereja descascado. Em Guaxupé/MG a baixa foi de 2,36%, valendo R$ 620,00. Poços de Caldas/MG teve queda de 1,41%, valendo R$ 700,00. Patrocínio/MG encerrou com baixa de 3,15%, negociado por R$ 615,00, Varginha/MG teve baixa de 1,57%, valendo R$ 625,00 e Campos Gerais/MG encerrou com baixa de 1,53%, negociado por R$ 645,00.

>>> Veja mais cotações aqui 

 

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário