Café: Nova York abre pregão com baixas de 160 pontos; Dezembro/20 é negociado abaixo dos 120 cents/lbp

Publicado em 17/09/2020 09:01 450 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu a sessão desta quinta-feira (17) com poucas variações na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O mercado mantém as cotações com estabilidades, aguardando pelas chuvas no final de semana nas áreas do café. 

Por volta das 8h58 (horário de Brasília), dezembro/20 registrava queda de 165 pontos, valendo 118,20 cents/lbp, março/21 tinha baixa de 155 pontos, negociado por 120 cents/lbp, maio/21 tinha baixa de 135 pontos, valendo 121,55 cents/lbp e julho/21 registrava queda de 140 pontos, negociado por 122,80 cents/lbp. 

"A partir do sábado, uma frente fria traz a primeira chuva típica da primavera às áreas de café do Paraná e Alta Paulista. No dia seguinte, a precipitação também alcançará a Mogiana, sul de Minas Gerais e de forma parcial o Cerrado, Zona da Mata e Espírito Santo", destacou Eduardo Carvalhaes em sua análise diária. Ainda de acordo com o analista, os maiores acumulados serão observados entre a Mogiana e o sul de Minas Gerais com pelo menos 30mm entre os dias 21 e 25 de setembro. 

As condições das lavouras no Brasil preocupam o setor cafeeiro. Após uma grande produção, a falta de chuva nas principais regiões produtoras do país já traz impactos negativos para a próxima safra e as plantas sofrem com o estresse hídrico tanto em Minas Gerais, como na Alta Mogiana. 

Os cooperados da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), no sul de Minas, colheram 96,62% da safra de café 2020, conforme levantamento divulgado hoje de manhã pela cooperativa, que é a maior do País no segmento exportador. A apuração foi feita na semana até 12 de setembro. Na semana anterior, até o dia 5, a colheita estava em 94,78%.

>>> "Não há mais prazo para esperar as chuvas e situação é muito preocupante", alerta Associação dos Cafeicultores do Sul de MG

Mercado Interno - Última sessão 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 6,78% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 550,00, Guaxupé/MG registrou queda de 1,75%, valendo R$ 562,00. Patrocínio/MG teve desvalorização de 1,79%, negociado por R$ 550,00, Araguarí/MG encerrou com baixa de 1,75%, negociado por R$ 560,00. Franca/SP terminou com estabilidade, valendo R$ 550,00.

O tipo cereja descascado teve baixa de 6,25% em Poços de Caldas/MG, negociado por R$ 600,00. Guaxupé/MG encerrou com queda de 1,63%, valendo R$ 605,00, Patrocínio/MG teve baixa de 1,64%, valendo R$ 600,00. Varginha/MG manteve a estabilidade por R$ 650,00 e Campos Gerais/MG também finalizou sem variações, valendo R$ 627,00.

>>> Veja mais cotações aqui 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário