Café: Mercado ainda opera com cautela, aguardando evolução das chuvas no BR

Publicado em 27/10/2020 09:14 261 exibições
Para o conilon, excesso de água no Vietnã segue dando suporte aos preços

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica abriu o dia andando de lado para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O setor segue acompanhando as condições das chuvas no Brasil e o mercado vem agindo com cautela nos últimos dias. 

Por volta das 09h08 (horário de Brasília), dezembro/20 tinha queda de 5 pontos, valendo 106,65 cents/lbp, março/21 registrava queda de 10 pontos, valendo 109,25 cents/lbp, maio/21 tinha baixa de 5 pontos, negociado por 111 cents/lbp e julho/21 registrava queda de 10 pontos, valendo 112,50 cents/lbp. 

"O comportamento dos contratos de café na ICE continua o mesmo. Incertezas com a chegada gradual das chuvas no sudeste brasileiro, estão levando os operadores em NY a uma ação mais cautelosa e colocando o mercado em compasso de espera. As informações diárias sobre chuvas dispersas, irregulares, aqui no Brasil trazem insegurança aos operadores", destacou o analista de mercado Eduardo Carvalhaes. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon abriu o dia voltando a subir. Novembro/20 tinha alta de US$ 15 por tonelada, valendo US$ 1291, janeiro/21 tinha alta de US$ 18 por tonelada, negociado por US$ 1331, março/21 tinha valorização de US$ 15 por tonelada, valendo US$ 1336 e maio/21 registrava alta de US$ 17 por tonelada, valendo US$ 1351.

No caso do conilon, os preços seguem sendo sustentados pelo excesso de chuvas no Vietnã, maior produtor de café tipo conilon do mundo. Caso as chuvas continuem expressivas, pode atrasar até em um mês a colheita no Vietnã, impactando diretamente na qualidade do café. Vale lembrar que o mercado já trabalha com a expectativa de baixa de pelo menos 5% na produção do país asiático. 

Mercado Interno - Última sessão

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 0,90% em Guaxupé/MG, valendo R$ 563,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 0,60%, valendo R$ 499,00, Patrocínio/MG teve valorização de 0,93%, negociado por R$ 540,00, Campos Gerais/MG também teve alta de 0,93%, estabelecendo os preços por R$ 543,00 e Franca/SP teve alta de 1,27%, valendo R$ 560,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 0,83% em Guaxupé/MG, valendo R$ 605,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 0,54%, negociado por R$ 549,00, Patrocínio/MG teve alta de 0,85%, valendo R$ 590,00 e Campos Gerais registrou valorização de 0,84%, negociado por R$ 603,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário