HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Déficit hídrico: Procafé alerta para cenário caótico nas lavouras de café arábica

Publicado em 29/10/2020 09:23 e atualizado em 29/10/2020 10:09 1635 exibições

As baixas precipitações observadas desde a segunda quinzena de março até a segunda quinzena de outubro já comprometeu severamente a safra de 2021. A esta altura é possível observar a ocorrência da terceira florada das lavouras cafeeiras e da mesma forma que as anteriores: sob situação de déficit hídrico muito elevado. Uma frase muito usada na cafeicultura e que reflete a atual realidade é: ‘’Lavouras cafeeiras aguentam seca, o que não aguentam é pouca água‘’.

No ano de 2020, foi possível observar pequenos eventos de chuva no final de agosto, no final de setembro e em meados de outubro. Entretanto, ao que tudo indica, estas chuvas não foram suficientes para garantir a boa abertura e o pegamento das floradas, o que explica o caótico cenário observado nas lavouras de arábica do Brasil. Mesmo com baixas precipitações, atreladas ao tempo nublado, estas estimularam o desenvolvimento de pelo menos três floradas significativas e principais no Brasil.

De um modo geral, as floradas abriram nessa situação de déficit hídrico severo e, como consequência, houve intensa queima de botões florais e baixo pegamento das flores. Muito se ouve que há de se aguardar as chuvas do final de outubro e começo de novembro para saber o que acontecerá, entretanto, não: não é necessário aguardar mais nada haja vista que as três principais floradas das lavouras cafeeiras já ocorreram e, em sua grande maioria, sob situação de estresse hídrico acentuado. O que tem que ser mensurado de agora em diante é a quantificação das perdas. Sabe-se que em algumas regiões as perdas foram maiores e em outras menores, porém, no quadro geral, a produção de 2021, naturalmente menor devida à bienalidade negativa está ainda mais prejudicada pela situação de déficit hídrico elevado associado às altas temperaturas verificadas nos momentos das floradas.

Tags:
Fonte:
Procafé

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário