Café: Nova York volta a registrar ganhos acima de 150 pontos; Conilon também opera com valorização

Publicado em 05/11/2020 11:51 167 exibições
Queda do dólar ajuda a dar suporte aos preços no mercado futuro

LOGO nalogo

Após iniciar o dia com poucas variações, o mercado futuro do café arábica passou a operar com valorização mais expressiva para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Por volta das 11h48 (horário de Brasília), dezembro/20 tinha alta de 185 pontos, valendo 104,85 cents/lbp, março/21 subia 170 pontos, valendo 107,35 cents/lbp, maio/21 registrava alta de 175 pontos, valendo 109,10 cents/lbp e julho/21 tinha valorização de 160 pontos, valendo 110,70 cents/lbp. 

A queda do dólar ante ao real dá suporte de alta para os preços na Bolsa nesta quinta. Também por volta deste horário, o dólar registrava queda de 1,50% e era cotado por R$ 5,57 na venda. 

O café tipo conilon, na Bolsa de Londres, também passou operar com valorização. Janeiro/21 tinha alta de US$ 25 por tonelada, valendo US$ 1338, março/21 subia US$ 24 por tonelada, negociado por US$ 1350, maio/21 subia US$ 1360 e julho/21 tinha alta de US$ 20 por tonelada, valendo US$ 1377.

De acordo com análise do site internacional Barchart, as preocupações com o consumo de café voltaram a pressionar os preços. "As preocupações com a demanda estão pesando sobre os preços do café, uma vez que o aumento das infecções pela Covid em todo o mundo levou os governos a impor novas restrições que reduzirão o consumo de café", destacou a análise. 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário