Café: Preços terminam com leves altas em Nova York e Londres; mercado físico tem baixas

Publicado em 03/12/2020 16:51 e atualizado em 03/12/2020 17:59 294 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica encerrou o pregão desta quinta-feira (3) com leves altas para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). "A valorização do real em relação ao dólar gerou algumas vendas a descoberto nos contratos futuros de café. O real subiu + 2,04% em uma alta de 4 meses em relação ao dólar hoje", destacou o site internacional Barchart na análise diária. 

Março/21 teve alta de 95 pontos, valendo 120,05 cents/lbp, maio/21 subiu 90 pontos, negociado por 121,80 cents/lbp, julho/21 encerrou com alta de 95 pontos, valendo 123,45 cents/lbp e setembro/21 encerrou com alta de 90 pontos, negociado por 124,80 cents/lbp. 

O análise internacional, no entanto, destacou que os ganhos foram limitados neste pregão, em um momento em que o mercado acompanha as condições climáticas no Brasil. "A Somar Meteorologia previu na terça-feira uma perspectiva mais úmida para as regiões cafeeiras do Brasil nos próximos dez dias", destacou. 

No Brasil, o mercado físico encerrou o dia com queda nas principais praças produtoras do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 1,65% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 595,00, Patrocínio/MG encerrou com baixa de 0,83%, negociado por R$ 595,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 607,00, Araguarí/MG encerrou valendo R$ 620,00 e Varginha/MG terminou mantendo o valor de R$ 620,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 1,50% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 655,00. Patrocínio/MG encerrou com baixa de 0,77%, valendo R$ 645,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 650,00 e Varginha/MG manteve a negociação por R$ 680,00.

Na Bolsa de Londres, o café conilon também encerrou com valorização técnica. Janeiro/21 teve alta de US$ 3 por tonelada, valendo US$ 1346, março/21 subiu US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1371, maio/21 encerrou com alta de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1383 e julho/21 teve valorização de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 1399.

"O café conilon também tem apoio nas preocupações com a safra de café no Vietnã. A Agência Nacional de Meteorologia do Vietnã disse na última segunda-feira que as Terras Altas Centrais do Vietnã, a maior região produtora de café do país, podem receber de 20% a 40% mais chuvas do que a média de longo prazo em dezembro", voltou a destacar o Barchart. 

>>> Veja mais cotações aqui

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário