Café: Nova York e Londres abrem o dia com realização de lucros nesta 6ª feira

Publicado em 15/01/2021 09:19 173 exibições

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica iniciou a sexta-feira (15) com valorização técnica para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O mercado anda de lado após mais uma sessão de valorização motivada por estimativas de quebra para a safra 21 do Brasil. 

Por volta das 09h06 (horário de Brasília), março/21 tinha alta de 60 pontos, valendo 127,95 cents/lbp, maio/21 subia 65 pontos, negociado por 130,05 cents/lbp, julho/21 registrava valorização de 65 pontos, valendo 131,90 cents/lbp e setembro/21 subia 60 pontos, sendo negociado por 133,65 cents/lbp. 

Durante o último pregão, a Marex Solutions estimou que a produção de café arábica do Brasil em 2021 cairia entre 30% e 50% devido ao calor excessivo e à escassez de chuvas em Minas Gerais. Operadores no exterior seguem acompanhando de perto as condições das lavouras brasileiras, e apesar do retorno das chuvas desde dezembro, os volumes não recuperam os danos nas plantas. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon abriu o dia com estabilidade. Março/21 tinha alta de US$ 3 por tonelada, valendo US$ 1335, maio/21 tinha baixa de US$ 1 por tonelada, valendo US$ 1341, julho/21 registrava queda de US$ 1 por tonelada, valendo US$ 1354 e setembro/21 registrava baixa de US$ 2 por tonelada, valendo US$ 1372.

Mercado Interno - Última sessão

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve alta de 0,31% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 650,00, Varginha/MG teve alta de 1,49%, valendo R$ 680,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 648,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 640,00 e Campos Gerais/MG manteve a estabilidade por R$ 657,00.

O tipo cereja descascado teve alta de 0,28% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 710,00, Varginha/MG registrava alta de 1,41%, valendo R$ 720,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 690,00 e Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 690,00.

>>> Veja mais cotações aqui

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário