Café: NY encerra com quedas técnicas e Londres finaliza com leves altas para o conilon

Publicado em 19/01/2021 17:29 e atualizado em 19/01/2021 18:06 370 exibições
Mercado físico tem dia de estabilidade no Brasil

LOGO nalogo

O mercado futuro do café arábica finalizou o dia com quedas de 100 pontos para as principais referências na Bolsa de Nova York (ICE Future US). 

Março/21 teve queda de 100 pontos, valendo 127,15 cents/lbp, maio/21 também teve baixa de 100 pontos, negociado por 129,25 cents/lbp, julho/21 registrou queda de 105 pontos, negociado por 131,10 cents/lbp e setembro/21 finalizou com baixa de 110 pontos, valendo 132,90 cents/lbp. 

"A cooperativa de café do Brasil Cooxupe disse na terça-feira que espera que as exportações de arábica do Brasil em 2021 saltem + 20% para um recorde de 6 milhões de sacas", destacou análise do site internacional Barchart. Além disso, a análise internacional destacou os números da exportação brasileira em 2020. 

Em 2020, o Brasil exportou 44,5 milhões de sacas de café, considerando a soma de café verde, solúvel e torrado & moído, segundo relatório consolidado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). O dado confere ao país um novo recorde histórico das exportações do produto para o ano e representa um crescimento de 9,4% em relação ao volume total exportado em 2019.

A receita cambial com as exportações no ano passado alcançou US$ 5,6 bilhões, alta de 10,3% em relação a 2019 e equivalente a R$ 29 bilhões, representando aumento de 44,1% na conversão em reais, alcançando a participação de 5,6% nas exportações do agronegócio e de 2,7% nos embarques totais do país. Já o preço médio da saca no ano foi de US$ 126,52.

>>> Cecafé: Aumento nas exportações do conilon mostram recuperação do setor após seca de 2015

Na Bolsa de Londres, o dia também foi de estabilidade na Bolsa de Londres. Março/21 teve alta de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 1348, maio/21 teve valorização de US$ 5 por tonelada, negociado por US$ 1358, julho/21 teve alta de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 1372 e setembro/21 registrou valorização de US$ 6 por tonelada, valendo US$ 1391. 

"O café conilon registrou ganhos moderados na terça-feira depois que a Associação Nacional do Café do Vietnã disse que estima que a produção de café do Vietnã cairá de -10% a -15% este ano devido a desastres naturais e menores investimentos resultantes dos preços baixos", destacou o Barchart. 

No Brasil, o mercado físico teve um dia de estabilidade nas principais praças produtoras do país. O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,76% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 655,00. Campos Gerais/MG registrou alta de 1,50%, valendo R$ 677,00. Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 682,00, Patrocínio/MG manteve o valor de R$ 650,00 e Araguarí/MG manteve o valor de R$ 670,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,69% em Poços de Caldas/MG, valendo R$ 715,00. Patrocínio/MG manteve a estabilidade por R$ 700,00 e Varginha/MG manteve o valor de R$ 720,00.

>>> Veja mais cotações aqui

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário