Café em Nova York volta a operar com baixas nesta 5ª feira; em Londres cenário é de estabilidade

Publicado em 09/12/2021 09:00 168 exibições

Logotipo Notícias Agrícolas

O mercado futuro do café arábica abriu o pregão desta quinta-feira (9) com desvalorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). O mercado de café a voltar a operar no negativo após encerrar o último pregão com altas técnicas. No Brasil, analistas mantêm a projeção de preços firmes considerando principalmente a quebra do Brasil na 22, certa volatilidade, no entanto, não está descartada pelo setor. 

Por volta das 08h55 (horário de Brasília), março/22 tinha queda de 230 pontos, valendo 241,90 cents/lbp, maio/22 tinha baixa de 235 pontos, cotado a 241,30 cents/lbp, julho/22 tinha desvalorização de 220 pontos, valendo 240,25 cents/lbp e setembro/22 tinha baixa de 240 pontos, valendo 238 cents/lbp. 

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon abriu com estabilidade. Março/22 tinha alta de US$ 5 por tonelada, valendo US$ 2300, maio/22 tinha alta de US$ 1 por tonelada, valendo US$ 2260, julho/22 tinha queda de US$ 8 por tonelada, negociado por US$ 2243 e setembro/22 tinha queda de US$ 8 por tonelada, valendo US$ 2239. 

Mercado Interno - Última sessão

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,33% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.490,00, Poços de Caldas/MG teve baixa de 0,68%, valendo R$ 1.470,00, Araguarí/MG registrou baixa de 1,36%, valendo R$ 1.450,00 e Varginha/MG registrou valorização de 0,99%, negociado por R$ 1.525,00. 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário