Carnes têm destaque nas exportações do agronegócio mineiro no primeiro semestre

Publicado em 09/07/2013 16:33 755 exibições
Vendas de carne bovina alcançaram US$ 204 milhões, o maior valor do grupo

Embora as exportações gerais do agronegócio mineiro no período de janeiro a junho apresentem um recuo de 1,5%, receita de US$ 3,5 bilhões (dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC), houve setores com crescimento expressivo, como o grupo de carnes. As vendas externas dos produtos somaram US$ 502,6 milhões, valor 13,9% superior ao registrado no primeiro semestre do ano passado.
 
De acordo com o superintendente de Política e Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa), João Ricardo Albanez, contribuiu para o resultado a variação positiva do volume embarcado, que alcançou 182,5 mil toneladas. Aumento de 6,7% em relação a idêntico período de 2012.
As vendas externas de carne bovina somaram US$ 204,2 milhões, valor 25,9% superior ao registrado no primeiro semestre do ano passado. O volume embarcado alcançou 47 mil toneladas, aumento de 36,6% em relação a idêntico período de 2012.
 
Já o frango, com embarques de 99,2 mil toneladas, volume um pouco superior a 2%, teve vendas de US$ 193,5 milhões, cifra 17,7% superior à alcançada no acumulado de janeiro a junho do ano passado.  “Portanto, os dados apontam para uma expectativa de melhoria dos preços internacionais para o produto das granjas mineiras”, diz o superintendente.
 
O relatório do MDIC também mostra exportações de carne suína no valor de US$ 63,4 milhões, aumento de 13% ante o movimento registrado nos seis primeiros meses de 2012. Neste caso, os embarques foram de 22,4 mil toneladas, volume 13,% maior que o registrado no período equivalente do ano passado. A decisão da Ucrânia de retomar a importação de carne suína do Brasil e o início da comercialização para o Japão são fatores que poderão influenciar positivamente as exportações do segmento.
 
Os dados do MDIC mostram a soja seguindo com bom desempenho no mercado externo. Os negócios com o grão no primeiro semestre movimentaram US$ 553,6 milhões, cifra 57,7% superior à registrada no mesmo período de 2012. De acordo com o superintendente, o resultado da exportação de soja no primeiro semestre deve ser atribuído, primeiramente, ao aumento de 50,3% no volume embarcado para a China. “Os nossos principais destinos foram a China, Holanda e Tailândia, que representaram 88% do valor faturado, sendo que, deste valor, 68% correspondem aos negócios no mercado chinês”, diz Albanez.
Resultados expressivos também foram obtidos por meio das exportações de açúcar. Destaque para o volume embarcado, 31,3% maior que o registrado entre janeiro e junho de 2012, alcançando 793 mil toneladas. A receita foi de US$ 358,7 milhões, cifra 6,4% superior à registrada no primeiro semestre do ano passado.
 
As vendas internacionais do algodão de Minas evoluem, com crescimento expressivo da receita, que pode ser atribuído à valorização do produto. Foram embarcadas 5,5 mil toneladas, aumento de 7%, e a receita alcançou US$ 33,5 milhões, uma variação positiva de 19%.
 
O superintendente ainda cita o crescimento percentual da receita obtida com as vendas externas de ceras de abelha. Houve uma variação positiva de 44%, resultante da movimentação de US$ 2,3 milhões. Os embarques, de 15,8 mil toneladas, tiveram crescimento de 18,1%.

Tags:
Fonte:
Sec. Agricultura de MG

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário