Entre as carnes, frango teve o melhor desempenho nas exportações de setembro

Publicado em 03/10/2014 08:40 243 exibições

Considerados os volumes embarcados em setembro, a única carne a registrar expansão tanto em relação ao mês anterior como ao mesmo mês do ano passado foi a de frango, com incremento de 9,87% e 19,41%, respectivamente. A suína obteve ligeiro acréscimo em relação a agosto (+1,42%), mas retrocedeu quase 10% em comparação a setembro de 2013. Já a carne bovina surpreendeu, visto que o volume do mês recuou 17,38% e 19,37% sobre, respectivamente, o mês anterior e o mesmo mês de 2013.

No tocante ao preço, a única exceção negativa (e mesmo assim pequena) ficou com a carne de frango, cujo preço médio (variável conforme o mix de cortes exportados) recuou 0,60%. Mas isso não influenciou a receita, que aumentou tanto em relação ao mês anterior como em comparação a setembro/13, sendo acompanhada de perto, em índices muito similares, pela carne suína.

Com isso, só a carne bovina fechou o mês com recuo na receita cambial, resultado que afetou também a receita global das três carnes, negativa (-2,11%) em relação ao mês anterior. De toda forma, em comparação a setembro de 2013, a receita cambial mais recente foi 8,5% superior.

Notar que embora a receita cambial da carne de frango tenha evoluído em níveis similares aos da carne suína, esta última contribuiu com menos de 12% da receita cambial das carnes. Já a carne de frango voltou a contribuir com mais da metade (52%) da receita total do mês, próxima de US$1,220 bilhão.

Tags:
Fonte:
Avisite

0 comentário