Com oferta maior, mercado do boi gordo volta a ficar pressionado; Frango e suíno vivo em alta

Publicado em 02/12/2015 07:11

Boi Gordo: Em SP a oferta de animais aumentou, mas existem preços acima da referência e frigoríficos ofertam até R$ 149,00/@

Por Hyberville Neto, médico veterinário da Scot Consultoria

A oferta de bovinos terminados aumentou nas últimas semanas e as programações de abate de boa parte das indústrias em São Paulo estão confortáveis. 

Alguns frigoríficos com escalas menores seguem pagando valores acima da referência. Há ofertas de compra de R$149,00/@, à vista, no estado.  

A amplitude dos preços ofertados pelas empresas aumentou e existem empresas fora das compras, estratégia possibilitada por escalas maiores, com animais negociados a termo e de parcerias. 

Em Mato Grosso do Sul houve aumento de oferta de boiadas nos últimos dias. Associando a isto a demanda fraca e a diminuição dos abates das indústrias, as cotações cederam no estado. 

No Oeste da Bahia houve valorizações. A disponibilidade de boiadas confinadas é pequena no estado e animais de pasto não têm sido ofertados devido à situação das pastagens.

No mercado atacadista as cotações estão estáveis e o consumo segue lento.

Boi Gordo: Exportações de carne bovina totalizam 99,8 mil toneladas em novembro

De acordo com o MDIC, as exportações de carne bovina in natura em nov/15 totatalizaram 99,8 mil toneladas. Este volume está 8,1% abaixo MoM, mas 10,3% acima do exportado YoY. Já na comparação com as estimativas da Haitong para este mês, o volume embarcado está 1,7% menor. Indicador a R$ 147,57/@ à vista.

Clique AQUI e veja a íntegra da análise do Haitong Bank

Suíno Vivo: Preços voltam a subir em MG e MT nesta 3ª feira; Embarques encerram novembro com números positivos

Por Sandy Quintans

Nesta terça-feira (01), novas altas foram registradas para o suíno vivo, desta vez em Minas Gerais e em Mato Grosso. Com a entrada do novo mês, as cotações começaram a registrar uma leve reação em algumas praças, mas o cenário ainda é de estabilidade de preços.

Em Minas Gerais e Goiás, a bolsa de suínos definiu preços em R$ 4,30 pelo quilo, que na semana anterior havia sido encerrada a R$ 4,10/kg. Segundo informações da ASEMG (Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais), apesar da alta para esta semana, há a dificuldade de repassar os preços ao consumidor final. Por outro lado, suinocultores esperam que com o recebimento dos salários, a entrada de décimo terceiro, proximidade com as festividades de final de ano e os baixos estoques dos frigoríficos para este período, novas altas possam registradas. 

Já em Mato Grosso, a alta registrada foi de 1,19% e a referência para a semana passe para R$ 3,41/kg. No último fechamento, as demais praças haviam definido manutenção de preços para os próximos dias, com São Paulo entre R$ 82 e R$ 83/@, enquanto Rio Grande do Sul fechou em R$ 3,89/kg.

Exportações

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulgou os embarques de carne suína in natura do mês de novembro, que encerrou com números positivos. Em volume, as exportações atingiram 55,3 mil toneladas, com média diária de 2,8 mil toneladas. Em comparação com outubro, houve um aumento de 31,8%, enquanto que com novembro de 2014 subiu 50,5%.

Em receita, o acumulado chegou a US$ 122 milhões, com o valor por tonelada a US$  2.207,4. O resultado é 18,4% maior que outubro deste ano. 

Frango Vivo: Preços ficam estáveis após alta no PR; Exportações apresentam recuperação em novembro

Por Sandy Quintans

Nesta terça-feira (01), as cotações para o frango vivo encerraram estáveis nas principais praças de comercialização. Nesta semana, Paraná já registrou uma alta de preços e com a virada do mês – período de maior consumo – novos aumentos podem ser registrados para mercado.

De acordo com o analista da Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, em novembro o mercado de frango teve uma melhora, com alta de preços consecutivas nas primeiras semanas. “Houve uma recuperação da demanda interna e externa no mês e isso pode contribuir para novos reajustes de preço do quilo vivo no curto prazo, levando em conta o recebimento do décimo terceiro salário pela população”, destaca o analista.

Exportações

Foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) números de embarques de carne de frango in natura para o mês de novembro. Em volume, as exportações chegam a 343,6 mil toneladas, com média diária de 17,2 mil toneladas. Os dados representam uma recuperação em relação a outubro, quando registrou 297,6 mil toneladas. Em comparação com novembro de 2014 subiu 15,5 %.

Em receita, a soma é de US$ 513,7 milhões, com o valor por tonelada em US$ 1.494,8. Em relação ao mês anterior, houve um acréscimo de 19,2%. 

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas + Scot

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário