As quotas de importação de carnes da Rússia para 2012

Publicado em 10/08/2011 09:57 300 exibições
Resolução assinada pelo governo russo no final de julho e divulgada por Moscou na semana passada estabelece – ainda não definitivamente – o volume das carnes bovina, suína, de frango e de peru a serem importadas pela Rússia em 2012 através do sistema de quotas implantado há quase uma década.

Carne bovina fresca ou refrigerada e carne bovina congelada ficaram em, respectivamente, 30 mil e 530 mil toneladas, o que significa que permaneceram com o mesmo volume definido em resolução de dezembro de 2009.

Para a carne suína fresca, refrigerada ou congelada e os cortes de carne suína foi estabelecida uma quota total de 350 mil toneladas, o que representou redução de 150 mil toneladas em relação à quota estabelecida para 2011.

A quota definida para as carnes avícolas inovou ao estabelecer que 80 mil toneladas serão, exclusivamente, de carne congelada de frango ou de peru desossada. A quota se completa com 250 mil toneladas de cortes. O total previsto representa redução de 20 mil toneladas sobre 2011. De toda forma, ao contrário das vezes anteriores, desta vez não foram dadas quotas específicas a este ou aquele país. Ou seja: volta a haver concorrência.

Ainda que estabelecidas através de resolução oficial, essas quotas podem não ser definitivas. Vladimir Putin, Primeiro Ministro russo, deixou isso claro ao comentar que tudo vai depender da facilidade de acesso do país à Organização Mundial de Comércio (OMC).

O texto integral (em russo) da resolução governamental (nº 616) que trata das quotas de importação de carne para 2012 está disponível em www.tks.ru/news/law/2011/07/29/0006.

Tags:
Fonte:
Avisite

0 comentário