Clima: Período mais seco preocupa produtores do Sul do Brasil

Publicado em 12/03/2015 10:20

A presença de áreas de instabilidade sobre Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Tocantins, oeste da Bahia e sobre as regiões sul do Piauí e do Maranhão irá deixar a quinta-feira com tempo fechado e com chuvas a qualquer hora do dia. Enquanto isso, em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e no Rio Grande do Sul o tempo seguirá aberto e com possibilidade apenas para pancadas de chuvas isoladas e de curta duração.

Essas chuvas em grande parte das regiões Centro-oeste, MAPITOBA e, por que não falar, Sudeste já interferem nas atividades de colheita e até mesmo de plantio. Ainda não foram registradas perdas que possam resultar em reduções significativas na produção estadual, mas alguns produtores de soja do Mato Grosso e de Goiás já começam a ficar preocupados, uma vez que a mais de 2 dias não conseguem realizar a colheita. Mas por outro lado, tais condições meteorológicas são excelentes ao desenvolvimento das lavouras e, sobretudo, para a elevação dos níveis de água dos reservatórios. Contudo, aos poucos esse sistema vai perdendo forças e com isso o tempo irá se abrindo sobre essas regiões do Brasil. Mas como esse enfraquecimento está lento, algumas áreas do Mato Grosso e de Goiás só voltarão a ter o tempo mais aberto no final de semana, como por exemplo as regiões nordeste do Mato Grosso e norte de Goiás. Já no oeste da Bahia e demais regiões produtoras do MAPITOBA as chuvas deverão se estender até o começo da semana que vem.

Em São Paulo, mesmo com a ausência de chuvas generalizadas nesses próximos dias, as condições se manterão favoráveis ao desenvolvimento das lavouras, haja vista que os solos apresentam bons níveis de umidade do solo. Além disso, com a volta do tempo mais firme os trabalhos de campo estão garantidos. As chuvas só deverão retornar ao Estado em meados da semana que vem, até lá poderão ocorrer apenas pancadas de chuvas muito isoladas e de curta duração, as tais pancadas de verão.

No Sul assim como no Mato Grosso do Sul não há indicativos de chuvas para esses próximos 10 dias. Apenas poderão vir a ocorrer pancadas de chuvas de baixa intensidade sobre a faixa leste e norte do Paraná, leste e norte do Mato Grosso do Sul e leste de Santa Catarina. No Rio Grande do Sul a tendência é de tempo aberto e sem previsões para chuvas ao longo de todo esse período. Sendo que os modelos de previsão só sinalizam o retorno das chuvas mais generalizadas e em bons volumes para o final do mês. E essa condição meteorológica poderá atrapalhar o desenvolvimento do milho safrinha no Paraná e no Mato Grosso do Sul, uma vez que os níveis de umidade vem decaindo dia após dia.

Somar Meteorologia

 

Tags:
Fonte:
Somar Meteorologia

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário