Clima: Segunda-feira com chuvas no Centro-oeste, Sudeste e Nordeste do Brasil

Publicado em 16/03/2015 09:24

Áreas de instabilidade são observadas sobre grande parte das regiões norte do Mato Grosso, Rondônia, Goiás, Minas Gerais, Bahia, Tocantins, Maranhão e Piauí. Com isso, para essa segunda-feira há previsão para pancadas de chuvas em todas essas localidades. Nas regiões norte e leste do Mato Grosso essas chuvas já causam danos às lavouras de soja, uma vez que desde meados da semana passada as chuvas não dão tréguas e, por sua vez, os produtores não conseguem realizar a colheita.

Segundo alguns relatos já tem soja ardida e apodrecendo no campo. O mesmo está sendo observado em algumas áreas de Goiás e de Tocantins. E o problema é que os modelos de previsão meteorológicos, de curto prazo, preveem uma semana ainda com chuvas sobre essas regiões do Brasil, o que poderá agravar ainda mais a situação no campo.

Já no oeste da Bahia e nas regiões sul do Maranhão e do Piauí essas chuvas apesar de estarem atrapalhando o pleno andamento da colheita, ainda estão sendo muito mais benéficas do que prejudiciais, já que os níveis de umidade do solo estão se elevando e consequentemente favorecendo o desenvolvimento das lavouras, que ainda estão em fase de desenvolvimento.

Em São Paulo e em Minas Gerais, tais modelos meteorológicos sinalizam que tanto essa segunda-feira quanto toda a semana deverá ser com chuvas apenas na forma de pancadas, principalmente no período da tarde e noite. Dessa forma as condições estarão favoráveis tanto a realização da colheita quanto plantio. Apenas a realização dos tratos culturais poderá ser prejudicada. Além disso, com a continuidade das chuvas, os níveis de água dos reservatórios e dos demais mananciais continuarão se elevando.

No Sul, a semana começa com tempo aberto e sem chuvas sobre todo o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e também sobre o Mato Grosso do Sul. Mas somente a metade leste do Paraná e de Santa Catarina é que há previsão para pancadas de chuvas isoladas nessa segunda-feira. Essa ausência de chuvas sobre o Rio Grande do Sul já começa a afetar lavouras de soja, já que os níveis de umidade do solo estão baixos e dessa forma, já lá relatos, tanto por parte dos produtores quanto de pessoas ligadas ao setor, de perdas de produtividade. O mesmo vêm ocorrendo na região oeste do Paraná e no Mato Grosso do Sul em relação ao milho safrinha, pois o ausência de chuvas regulares tem afetado o desenvolvimento das lavouras. E segundo os modelos de previsão, só deverá ocorrer chuvas um pouco mais intensas e, sobretudo, mais abrangentes sobre essas regiões a partir de quinta-feira, até lá até poderão ocorrer algumas pancadas de chuvas, mais serão de baixa intensidade e muito localizadas. Contudo, já no final de semana o tempo volta a abrir sobre essas regiões novamente. Assim, as condições ao desenvolvimento das lavouras continuarão complicado em todas essas regiões do Brasil nesse mês de março.  

Somar

Tags:
Fonte:
Somar Meteorologia

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário