Espírito Santo tem 32 cidades em situação de emergência

Publicado em 28/09/2016 07:24
107 exibições

Trinta e dois municípios do Espírito Santo estão na lista de cidades em situação de emergência do Ministério da Integração Nacional. Desse total, apenas dois não foram por motivo de  estiagem.

Em 2014, quando começava o período de seca, apenas 14 constavam na lista que garante recursos aos municípios afetados.

Mas o total de reconhecimentos do Ministério é 35. Isso porque municípios como Aracruz, Boa Esperança e Marilândia, aparecem com dois decretos de emergência  publicados. Válido por seis meses, o documento é a primeira medida que o município, estado ou Distrito Federal deve tomar para solicitar o reconhecimento de situação de emergência, segundo dados divulgados pelo ministério.

Com isso, é possível conseguir recursos da União tais como socorro, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais, reconstrução e verba federal para obras hídricas.

Antes de receber o dinheiro, no entanto, é necessário apresentar o Plano Detalhado de Resposta (PDR), onde se devem ser detalhadas todas as necessidades.

Na lista do ministério, não aparecem cidades da Grande Vitória. Os únicos inclusos, não por estiagem, são Cachoeiro de Itapemirim (vendaval) e São José do Calçado (granizo).

Municípios em situação de emergência
São eles Água Doce do Norte, Alto Rio Novo, Aracruz, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Cachoeiro   de  Itapemirim, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Domingos Martins, Ecoporanga, Governador Lindenberg, Itaguaçu, Jaguaré, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Nova Venécia, Pancas, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São José do Calçado, São Mateus, São Roque do Canaã, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão, Vila Valério.

Leia a notícia na íntegra no site G1 - ES.

Fonte G1 - ES

Nenhum comentário