Frente fria muda tempo e MS registra 94% dos raios do país em uma hora

Publicado em 05/10/2016 14:37
71 exibições
Entre 9h e 10h desta quarta-feira (5) Brasil teve 2.491, sendo 2.357 em MS. Tempestade com chuva e ventos fortes atingiu várias regiões do estado.

A incidência de uma frente fria que avança sobre Mato Grosso do Sul mudou o tempo na maioria das regiões nesta quarta-feira (5). Entre as 9h e 10h (de MS), o estado registrou 2.357 raios dos 2.491 que atingiram o país, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o que representa 94% das descargas elétricas nesse intervalo de tempo. 

O meteorologista Natálio Abrahão Filho explicou ao G1 que a alta incidência de raios durante o período no estado é consequência de uma linha de instabilidade entre Santa Cruz de La Sierra e Mirada (MS), que mantém forte nebulosidade com pancadas de chuva, trovoadas e rajadas de vento em algumas regiões do estado.

Ele ressalta que Mato Grosso do Sul é um dos estados brasileiros com maior incidência de descargas elétricas porque está na trajetória de avanço de frentes frias.

"Quando elas [frentes frias] avançam pelo país, passam por Mato Grosso do Sul que está em uma região de temperaturas elevadas e variações de umidade. Atualmente, o local do país com mais incidência de raios por metro quadrado é a região amazônica, por conta da umidade, e, em segundo, a região do grande abc em São Paulo, por conta das variações de componentes poluentes na atmosfera", afirmou.

A condição de alta intensidade de raios associada a fortes chuva caracteriza o fenômeno como tempestade elétrica, conforme o meteorologista. "As condições atmosféricas do momento, quando estávamos a vários dias com altas temperaturas e sem chuva, então, o solo aqueceu e a energia foi acumulando e quando aumentou a umidade relativa do ar com áreas de instabilidade reforçou e potencializou a tempestade, que ao invés de ser só chuva, se transformou em tempestade de raios", explicou.

Leia a notícia na íntegra no site G1 - MS

Fonte G1 - MS

Nenhum comentário