Seca excepcional atinge 55% de todo o Ceará

Publicado em 21/11/2016 11:35 271 exibições

O cenário da estiagem é cada vez mais grave no Ceará. Tanto que o nível seca excepcional, o grau de maior severidade, já atinge 55% do território cearense. Os dados são do Monitor de Secas do Nordeste, mapa atualizado relativo a outubro, elaborado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O Mapa indica que 100% do Estado está afetado em categorias grave, extremo e máximo, sendo os dois últimos correspondendo a 79% da área total.

Só para se ter ideia da magnitude do problema, em setembro, a seca já atingia a totalidade do Ceará, no entanto, parte da região Nordeste apresentava grau moderado. Agora, o quadro piorou e o mesmo espaço enfrenta seca grave. A falta de chuvas, aponta o mapa, abrange inclusive toda faixa litorânea, sendo de Fortaleza em direção às praias do litoral leste já com grau extremo. "É uma conjuntura complicada", reconhece o meteorologista da Funceme, Raul Fritz.

Ele destaca que o avanço da seca no Nordeste já era esperado porque, historicamente, a distribuição mensal de chuva no mês de outubro na maior parte da região é inferior a 75mm. "Em algumas áreas, como no norte do Maranhão, centro-norte do Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e no extremo norte da Bahia, os índices pluviométricos são inferiores a 25mm. Sendo a pior situação a de Pernambuco, onde 90% do território registra nível excepcional".

Leia a notícia na íntegra no site do Diário do Nordeste

Fonte:
Diário do Nordeste

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário