Argentina: risco de déficit hídrico na província de Córdoba é de "alto" a "muito alto" para os próximos 15 dias

Publicado em 23/11/2017 10:15

O Escritório de Risco Agropecuário (ORA, na sigla em castelhano) do Ministério da Agroindústria da Argentina advertiu sobre um risco de déficit hídrico "alto" a "muito alto" na província de Córdoba, uma vez que o regime de chuvas está abaixo da média para essa época do ano.

Na segunda-feira, o Agrovoz havia informado que o plantio de soja estava paralisado em grande parte da província e em San Luis, fruto dessa situação. Agora, o ORA confirmou em seu boletim semanal que "os maiores níveis de risco de déficit hídrico são estimados para Córdoba e San Luis".

O ORA aponta que as reservas de água no solo, supondo o consumo médio de um milho de janela precoce, estão dentro de um cenário de reservas regulares, com uma ampliação das zonas escassas de água e alguns focos de seca nos departamentos de Río Cuarto e Juárez Celman.

O boletim ainda inclui uma avaliação pontual de diferentes localidades. Em Córdoba, são cinco, espalhadas por toda a geografia da província. Em todas o risco de déficit hídrico é de "alto" a "muito alto" para os próximos 15 dias.

Confira a tabela completa:

Déficit hídrico na Argentina


Tradução: Izadora Pimenta

Fonte:
Agrovoz

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário