Tempo: Chuvas e ventos fortes atingem lavouras de milho no Noroeste do Paraná; precipitações seguem nesta 4ª

Publicado em 16/05/2018 12:03 e atualizado em 18/05/2018 10:23
5865 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (16) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (16) - Fonte: Inmet

As chuvas voltaram para a região Sul do Brasil, conforme previsão dos principais institutos meteorológicos, após vários dias de seca. No fim da tarde desta terça-feira (16), inclusive, precipitações e ventos fortes causaram prejuízos representativos em lavouras de milho safrinha no Noroeste do Paraná.

Plantações de Santa Helena (PR) e Marechal Cândido Rondon (PR) foram as mais atingidas, segundo imagens enviadas ao Notícias Agrícolas e publicadas em redes sociais. Também há relatos de produtores de ocorrência de granizo em algumas áreas da região, mas a informação não foi confirmada pela Defesa Civil.

"Ainda não é possível quantificar as perdas na região, mas algumas lavouras já apresentam perdas de até 50% com os ventos fortes que causaram acamamento", disse o agrônomo da cooperativa Lar, em Santa Helena (PR), André Luis Wendling. O especialista acrescentou que já tem feito laudos para produtores solicitarem seguro.

Chuvas e ventos fortes causam estragos em plantações de milho no Paraná - Foto: Reprodução/Redes Sociais Chuvas e ventos fortes causam estragos em plantações de milho no Paraná - Foto: Reprodução/Redes Sociais Chuvas e ventos fortes causam estragos em plantações de milho no Paraná - Foto: Reprodução/Redes SociaisChuvas e ventos fortes causam estragos em plantações de milho no Paraná - Foto: Reprodução/Redes Sociais Chuvas e ventos fortes causam estragos em plantações de milho no Paraná - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Segundo Valdemar Kaiser, presidente do Sindicato Rural de Marechal Cândido Rondon, a condição causou estragos no milho, principalmente na região de Mercedes (PR), e a preocupação é grande. "Primeiro tivemos falta de chuvas e agora vem mais esse problema. A situação é complicada", afirma. Os estragos maiores ocorreram em lavouras mais novas.

Dados da estação meteorológica do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) de Marechal Cândido Rondon confirmam os ventos fortes na cidade por duas horas seguidas. Às 18h de ontem, o registro foi de 70 km/h e às 19h cerca de 60 km/h. As precipitações, no entanto, não foram representativas, com acumulado de menos de 10 mm no dia.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (17/05 a 19/05) para todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (17/05 a 19/05) para todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Chuvas continuam na região Sul

Instabilidades seguem sobre a região Sul do Brasil nesta quarta-feira (16). O Inmet, inclusive, alerta para a ocorrência de chuvas intensas em áreas do Paraná, além dos estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo. Os acumulados diários podem chegar a até 50 milímetros no dia e ventos intensos (40-60 km/h).

Veja o mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta 4ª feira:

Mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta 4ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Campinas, Bauru/Araraquara/Piracicaba, Itapetininga, Ribeirao Preto, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Sorocaba/Brangança Paulista, Vale Do Paraíba/Litoral Norte, Metropolitana De Sao Paulo, Litoral Sul/Baixada Santista/Vale Do Ribeira, Metropolitana De Curitiba, Presidente Prudente/Marília/Assis, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense, Serra Da Mantiqueira, Norte Paranaense

"Áreas de instabilidade continuam sobre o Sul do Brasil nesta quarta-feira, mas tecnicamente a frente fria avança para o litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro. Uma grande quantidade de nuvens ainda será observada sobre a Região Sul e há previsão de pancadas de chuva no decorrer do dia em todo o Paraná, em todas as regiões de Santa Catarina e na parte Norte e Nordeste do Rio Grande do Sul", noticiou a Climatempo.

No fim de semana uma nova frente fria chega na região Sul com possibilidade de temporais. "A massa de ar de origem polar que vem com esta frente fria é a mais forte deste ano, até agora, e tem potencial para provocar frio intenso, temperaturas abaixo de zero e geada, até de forte intensidade, em áreas dos três estados da Região Sul", noticiou a empresa meteorológica.

Milho safrinha sofrendo com a seca em Brasilândia do Sul (PR)
Milho safrinha sofrendo com a seca em Brasilândia do Sul (PR)

Lavoura de milho em Rio Verde (GO). Envio de Alex José Zamonaro Lopes
Lavoura de milho em Rio Verde (GO). Envio de Alex José Zamonaro Lopes

Lavoura de soja em Rio Verde (GO). Envio de Alex José Zamonaro Lopes
Lavoura de soja em Rio Verde (GO). Envio de Alex José Zamonaro Lopes​

Lavouras de milho safrinha em Primavera do leste (MT). Envio de Jair Guariento
Lavouras de milho safrinha em Primavera do leste (MT). Envio de Jair Guariento​

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário