Tempo: Alerta de chuvas de até 100 mm e ventos intensos nesta 5ª no RS; Brasil central segue seco

Publicado em 30/08/2018 11:30
2198 exibições

LOGO nalogo

Instabilidades seguem sobre áreas do Rio Grande do Sul nesta quinta (30) e sexta-feira (31) e os acumulados diários podem chegar a 100 milímetros. A frente fria avança nos próximos dias sobre os outros estados do Sul e pode chegar até partes do Sudeste, segundo mostra o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Segundo o instituto meteorológico, a chuva sobre a maior parte da faixa Sul do Rio Grande do Sul deve ficar entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h). A condição pode, inclusive, provocar risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Veja o mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta quinta-feira:

Mapa das áreas com previsão de chuvas intensas nesta quinta-feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Campanha, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Planalto Médio, Missões, Litoral Gaúcho

Diante da condição, a Climatempo alerta para a possibilidade de paralização das atividades no campo no estado ao longo da semana, como plantio, colheita e preparado do solo. Lavouras de trigo e milho no Rio Grande do Sul foram afetadas nas últimas semanas pelo frio intenso e produtores ainda contabilizam os prejuízos.

"A grande preocupação é com as lavouras que foram impactadas pelas geadas no último final de semana. Ainda há algumas lavouras que resistiram ao frio intenso, mas com a instabilidade, a tendência é de um aumento nas incidências de doenças e um agravamento das condições fitossanitárias das plantas", informa a empresa meteorológica.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (31/08 a 02/09) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (31/08 a 02/09) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

As chuvas devem avançar nas próximas horas para outras regiões produtoras do Sul, mas com acumulados menores. "Há possibilidade de que ocorra também precipitações sobre as áreas produtoras do Mato Grosso do Sul e de São Paulo entre o fim de semana e início da próxima semana, por conta do avanço da frente fria", disse a Climatempo.

Há possibilidade de que a chuva atrapalhe a finalização da colheita do milho, mas sem muitos prejuízos aos produtores. "A instabilidade prevista para o Norte do estado e em São Paulo, podem atrapalhar o andamento da colheita da cana-de-açúcar, do café e do milho safrinha, mas nada que também cause prejuízos a esses setores", complementou a empresa.

Veja o mapa com a precipitação acumulada para o período de 30 de agosto até 15 de setembro:

Mapa com a precipitação acumulada para o período de 30 de agosto até 15 de setembro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Mapas estendidos do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), nos Estados Unidos, apontam que as chuvas volumosas devem seguir sobre áreas do Sul do Brasil entre 30 de agosto a 07 de setembro. O Brasil central seguirá com uma condição mais seca.

Ainda nesta quinta, segundo o Inmet, é prevista baixa umidade no Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, São Paulo e Tocantins.

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário