Tempo: Chuvas volumosas retornam ao PR neste final de semana e beneficiam safrinha

Publicado em 01/02/2019 12:05
2643 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (1º) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (1º) - Fonte: Inmet

Instabilidades retornaram para a região Sul do Brasil nas últimas horas, segundo imagens de satélite. Já chove em áreas dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No final de semana, no entanto, boas chuvas retornam também para localidades do Paraná.

As precipitações devem beneficiar as lavouras de milho safrinha no estado que estão em plantio, mas podem impactar os trabalhos de colheita da soja. Até o dia 29 de janeiro, 20% da área estimada de soja estava colhida e cerca de 30% da semeadura de milho 2ª safra estava finalizada.

"O plantio antecipado e o forte calor, que encurtou o ciclo da cultura, adiantaram os trabalhos de colheita. O clima seco e quente nos meses de novembro e dezembro reduziu a estimativa de produção para cerca de 16,8 milhões de toneladas", destacou o Deral (Departamento de Economia Rural) do Paraná.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (02/02 a 08/02) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (02/02 a 08/02) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

De acordo com a Climatempo, a chegada de uma frente fria no Rio Grande do Sul elevou as condições de chuvas. "Nas áreas que fazem fronteira com o Uruguai, a previsão é de um dia com bastante nebulosidade e chuva volumosa, que pode ocorrer a qualquer hora", disse a empresa meteorológica.

Nesta sexta-feira (1º) e madrugada de sábado (02), áreas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina estão em alerta para tempestades, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). São esperados acumulados de até 100 milímetros por dia, ventos intensos, e queda de granizo. Há riscos na cidade e no campo.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 6ª feira:

Mapa das áreas com alerta de tempestade nesta 6ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Campanha, Vale Do Itajai, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior Do Nordeste, Encosta Superior Do Nordeste, Campos De Cima Da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Litoral Gaúcho, Litoral Norte Catarinense

Segundo dados do Inmet, cidades da região Sul já receberam chuvas nesta quinta-feira (31). Os cinco maiores acumulados foram em Morretes (PR): 34,8 mm, Bagé (RS): 23,0 mm, Rio Grande (RS): 19,2 mm, Canguçu (RS): 10,8 mm e Dom Pedrito (RS): 8,6 mm.

Veja o mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada nas últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Ainda nesta sexta-feira, segundo o Inmet, há aviso de baixa umidade em áreas da Bahia, Distrito Federal, Goiá, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, São Paulo e Tocantins.

Previsão do tempo estendida para o Brasil

De acordo com o mapa de precipitação acumulada do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), nos próximos sete dias, as chuvas seguirão bem distribuídas sobre o Norte do país, mas a região Sul e partes do Sudeste terão áreas com altos acumulados, de cerca de 400 milímetros.

Veja o mapa de previsão de precipitação acumulada do modelo Cosmo para os próximos 7 dias em todo o Brasil:

Mapa de previsão de precipitação acumulada do modelo Cosmo para os próximos 7 dias em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsões do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês) apontam que, no período de 01 de fevereiro até 08 de fevereiro, as chuvas volumosas ficarão concentradas sobre a região Norte, mas chove em várias partes do país.

De 09 de fevereiro até 17 de fevereiro, as chuvas seguirão mais concentradas sobre a região Norte do país, mas áreas da faixa central do país também voltam a receber precipitações mais volumosas, podendo chegar, inclusive, até áreas da Bahia e Minas Gerais. No Sul, a condição fica mais firme.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 01 de fevereiro até 17 de fevereiro:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 01 de fevereiro até 17 de fevereiro - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Soja na Agrícola Irmãos Baseggio Minutos Capoes RS mandado por Claudimar Baseggio
Soja na Agrícola Irmãos Baseggio Minutos Capoes RS mandado por Claudimar Baseggio

Dezembro e janeiro com pouquíssimas chuvas e temperaturas muito altas prejudicando a soja em Japurá (PR). Envio do produtor Roberto Pasian
Dezembro e janeiro com pouquíssimas chuvas e temperaturas muito altas prejudicando a soja em Japurá (PR). Envio do produtor Roberto Pasian

Lavoura de soja Variedade BMX 54i52 ipro do produtor Marlon Boseti em Nova Boa Vista (RS). Envio do consultor técnico Luciano Colombo
Lavoura de soja Variedade BMX 54i52 ipro do produtor Marlon Boseti em Nova Boa Vista (RS). Envio do consultor técnico Luciano Colombo

Lavoura Milho AG 9025 PRO3 do Produtor Rogério Tomedi, em Santa Barbara (RS). Envio de Tiago Colombo
Lavoura Milho AG 9025 PRO3 do Produtor Rogério Tomedi, em Santa Barbara (RS). Envio de Tiago Colombo

Valentina e Lorenzo, filhos de César Copatti, na lavoura de soja de variedade Alvo no município de Ibiaca (RS)
Valentina e Lorenzo, filhos de César Copatti, na lavoura de soja de variedade Alvo no município de Ibiaca (RS)

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por Jhonatas Simião
Fonte Notícias Agrícolas

Nenhum comentário