Tempo: Chuvas fortes seguem no Sul do BR com sistemas de baixa pressão e frente fria e potencial de impactar colheita da soja

Publicado em 07/03/2019 11:03 e atualizado em 08/03/2019 10:03
1099 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quinta-feira (07) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quinta-feira (07) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Instabilidades estão presentes sobre diversas áreas do Brasil nesta quinta-feira (07), segundo imagens de satélite, mas as chuvas mais fortes devem cair sobre a região Sul. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) alerta para tempestades no Rio Grande do Sul.

A previsão é de que as chuvas na faixa Sul do estado gaúcho fiquem entre 30 e 60 milímetros por hora ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo. Há risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Veja o mapa das áreas com alerta de tempestades nesta 5ª:

Mapa das áreas com alerta de tempestades nesta 5ª - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Campanha, Encosta Do Sudeste, Serra Do Sudeste, Depressão Central, Missões, Litoral Gaúcho

De acordo com a Climatempo, dois sistemas de baixa pressão irão influenciar a maior parte do Sul do Brasil até a próxima sexta-feira (08). Além disso, uma nova frente fria passa em alto mar e ajuda a organizar um dos sistemas presentes na região Sul do Brasil.

"A organização destas duas baixas vão favorecer bastante a formação de grandes núcleos de nuvens carregadas que se espalham sobre o Rio Grande do Sul, sul, centro e oeste de Santa Catarina e a região de Foz do Iguaçu, no Paraná", disse a empresa meteorológica.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (08/03 a 14/03) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 174 horas (08/03 a 14/03) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Imagens de satélite do Inmet também apresentam fortes instabilidades sobre áreas do Paraná nesta manhã de quinta-feira. No entanto, ainda não há alerta com precipitações no estado. Produtores paranaenses têm relatado paralisações na colheita da soja.

Leia mais:
» Depois da seca, agora é a chuva que prejudica lavouras no Paraná

Segundo o Deral (Departamento de Economia Rural) do Paraná, a colheita da soja estava em 51% até o dia 25 de fevereiro, a última atualização feita pelo órgão. O plantio do milho safrinha estava em 73%, enquanto que a colheita da 1ª safra atingia 32% da área plantada.

Chuvas foram registradas nas últimas horas em áreas da região Sul do Brasil. Os cinco maiores acumulados em todo o país ontem (06) foram registrados em Marechal Thaumaturgo (AC): 87,0 mm, Taguatinga (TO): 78,3 mm, Monte Alegre de Goiás (GO): 67,0 mm, Carlinda (MT): 60,8 mm e Rio do Campo (SC): 60,8 mm.

Veja o mapa de precipitação acumulada dos últimos 3 dias no Brasil:

Mapa de precipitação acumulada dos últimos 3 dias no Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Mapas apresentados pela ARC Mercosul (AgResource), através do modelo GFS, apontam que as chuvas nos próximos 5 dias seguirão volumosas sobre áreas da faixa Sul do Rio Grande do Sul e áreas do Norte. Mas chove de forma fraca a moderada sobre quase todo o país.

"O modelo americano (GFS) de previsões traz uma dispersão de chuvas entre 15-35mm para 90% da região brasileira produtora de milho de segunda safra, mantendo os níveis de umidade do solo em patamares saudáveis e com uma alta capacidade produtiva", informa a consultoria.

Veja o mapa com previsão de chuva nos próximos 5 dias em todo o Brasil:

Mapa com previsão de chuva nos próximos 5 dias em todo o Brasil - Fonte: ARC Mercosul (AgResource)
Fonte: ARC Mercosul (AgResource)

Ainda de acordo com a ARC Mercosul, a presença do fenômeno climático El Niño sobre a safra da América do Sul não traz fortes interferências, no atual momento.

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 07 até 15 de março, as chuvas caem sobre a maior parte do Brasil, com exceção de algumas áreas do Nordeste e sertão nordestino.

De 15 de março até 23 de março, as precipitações se concentram sobre áreas do Centro-Norte do Brasil, mas também ocorrem em alguns pontos do Sudeste. Áreas da região Sul, Centro-Oeste e Nordeste terão uma condição mais seca no período. Esse mapa de tendência pode sofrer mudanças.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 07 de março até 23 de março:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 07 de março até 23 de março - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Termino do plantio de milho Cruzália sp .Propiedade Humberto Totti Netto.
Termino do plantio de milho Cruzália sp .Propiedade Humberto Totti Netto.

Lavoura de soja no periodo de maturação em Agua Santa -Rs enviado por Vagner Dorini
Lavoura de soja no periodo de maturação em Agua Santa -Rs enviado por Vagner Dorini

Diênefer Eduarda Scherer - Coqueiros do Sul (RS)
Diênefer Eduarda Scherer - Coqueiros do Sul (RS)

Plantio de Milho Segunda Safra em Diamantino/MT - Nivaldo Forastieri
Plantio de Milho Segunda Safra em Diamantino/MT - Nivaldo Forastieri

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações a página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário