Tempo: Instabilidades aumentam e chuvas fortes são previstas no MS e SP; precipitações seguem em áreas do Sul

Publicado em 13/03/2019 10:48
709 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (13) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quarta-feira (13) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

Áreas de instabilidade tendem a se intensificar nesta quarta-feira (13) sobre áreas do Centro-Oeste do Brasil. O estado de Mato Grosso do Sul tende a ter chuvas mais generalizadas durante o dia, enquanto Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal devem seguir com pancadas de verão, mais isoladas.

"Novas áreas de instabilidade associadas a um sistema de baixa pressão atmosférica, que passa a atuar no Sul do Brasil, começaram a avançar pelo estado de Mato Grosso do Sul", destacou a Climatempo. A tendência é de aumento dessas instabilidades e da chuva nos próximos dias.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (14/03 a 16/03) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (14/03 a 16/03) em todo o Brasil  - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Segundo alerta do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), em Mato Grosso do Sul e São Paulo, tempestades com chuvas entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h), e queda de granizo. Baixo risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de galhos de árvores e de alagamentos.

Veja o mapa com alerta de tempestade nesta 4ª feira:

Mapa com alerta de tempestade nesta 4ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Sul E Sudoeste Sul-Mato-Grossense, Pantanal Sul-Mato-Grossense, Centro Norte Sul-Mato-Grossense

Veja o mapa com alerta de tempestade nesta 4ª feira:

Mapa com alerta de tempestade nesta 4ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Leste Sul-Mato-Grossense, Campinas, Bauru/Araraquara/Piracicaba, Itapetininga, Ribeirao Preto, Araçatuba/São José Do Rio Preto, Sorocaba/Brangança Paulista, Vale Do Paraíba/Litoral Norte, Metropolitana De Sao Paulo, Litoral Sul/Baixada Santista/Vale Do Ribeira, Presidente Prudente/Marília/Assis, Centro Norte Sul-Mato-Grossense, Serra Da Mantiqueira

Em outras áreas de Mato Grosso do Sul, inclusive a capital Campo Grande, a chuva poderá ser localizada e com momentos de sol.

Esse padrão típico de verão também deve seguir sobre Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal. Além disso, as chuvas também devem seguir fortes sobre áreas do Sul do país, enquanto as instabilidades diminuem sobre o Rio Grande do Sul, grande parte de Santa Catarina e Paraná pode ter chuvas.

"A baixa pressão atmosférica terá deslocamento pelo oceano em direção à costa do Sudeste durante a quinta-feira (14). Todo o leste de Santa Catarina e do Paraná ficam com o tempo mais carregado e há alerta para temporais, inclusive nas capitais Florianópolis e Curitiba", destacou a Climatempo.

Ainda de acordo com o Inmet, também há alerta de acumulado de chuva no dia em áreas de Alagoas, Amazonas, Ceará, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Roraima.

Chuvas já foram registradas em áreas do Centro-Oeste do Brasil nas últimas horas. No entanto, os três maiores acumulados em todo o país nesta terça-feira (11) foram registrados em Tefe (AM): 112,4 mm, São Sebastião (SP):  91,8 mm  e Teresópolis (RJ): 88,8 mm.

Veja o mapa com a precipitação acumulada nos últimos 3 dias no Brasil:

Mapa com a precipitação acumulada nos últimos 3 dias no Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

De acordo com o mapa de precipitação acumulada do Inmet, nos próximos sete dias, chuvas volumosas devem ocorrer sobre áreas dos três estados do Sul do país, com volumes de mais de 150 milímetros. Chuvas acumuladas de fraca a moderada intensidade também ocorrem sobre a maior parte do país.

Segundo Naiane Araújo, meteorologista do Inmet, o mês de março tende a ser chuvoso sobre a maior parte do país. E já nesses primeiros dias do mês, boas precipitações foram registradas, inclusive com prejuízos em algumas áreas, dando continuidade à umidade em fevereiro após cenário adverso em janeiro.

"Tudo indica que até o final do mês teremos boas chuvas por todo o país. Então, março vai ficar dentro da média na maioria das localidades ou até um pouco acima", disse a meteorologista em entrevista ao Notícias Agrícolas.

Veja o mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias no Brasil:

Mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias no Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

A consultoria ARC Mercosul (AgResource) também ressalta em relatório as precipitações sobre a maior parte do cinturão produtivo de grãos do Brasil e seus benefício par o desenvolvimento da safrinha de milho. Por outro lado, em determinados momentos, as chuvas te impactado a finalização da colheita da soja.

"Nos próximos 10 dias volumes intensos de chuvas são projetados para o Sul do Brasil, onde os acumulados devem ficar entre 60-125 mm. Já no Centro-Oeste as estimativas são de chuvas levemente abaixo da normalidade, com acumulados variando de 40-75 mm", destacou a consultoria.

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 13 até 21 de março, as chuvas caem sobre a maior parte do Brasil, com exceção de algumas áreas do Nordeste e sertão nordestino.

De 21 de março até 29 de março, as precipitações se concentram sobre áreas do Centro-Norte do Brasil, mas também ocorrem em alguns pontos do Sudeste. Áreas da região Sul, Centro-Oeste e Nordeste terão uma condição mais seca no período. Esse mapa de tendência pode sofrer mudança.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 13 de março até 29 de março:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 13 de março até 29 de março - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Soja bmx ativa rr tapejara rs
Soja bmx ativa Tapejara (RR)

Colheita de soja no sítio Santa Rita-Chopinzinho (PR)
Colheita de soja no sítio Santa Rita-Chopinzinho (PR)

Milho safrinha em jesuítas PR, produtor Alessandro Dallacqua
Milho safrinha em jesuítas PR, produtor Alessandro Dallacqua

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações a página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário