Tempo: Chuvas seguem sobre o Norte e diminuem no Nordeste, mas ainda há alertas para o Matopiba

Publicado em 08/04/2019 11:30 e atualizado em 09/04/2019 09:37
1034 exibições
Áreas de Maranhão e Pará têm aviso de chuvas acumulados diários de até 50 mm/dia

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (08) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (08) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

A presença da ZCIT (Zona de Convergência Intertropical) ainda deve provocar chuvas sobre áreas da região Norte e Nordeste, apesar dessa última registrar um decréscimo nas precipitações em relação aos últimos dias. Há alerta de condição intensa em áreas do Matopiba.

Imagens de satélite do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) mostram instabilidades sobre vários pontos da região Norte, além de menores áreas sobre o Nordeste. Há ainda um corredor que vai do Norte, passando pelo Centro-Oeste e chega ao Sudeste.

O Inmet alerta para a previsão de acumulados de chuva ao longo desta segunda-feira sobre áreas do Maranhão e Pará. "Chuva entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia. Baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos, em cidades com tais áreas de risco", disse o instituto.

Veja o mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 2ª feira:

Mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 2ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Nordeste Paraense, Sudeste Paraense, Marajo, Metropolitana De Belem, Oeste Maranhense, Leste Maranhense, Norte Maranhense, Centro Maranhense

Para esta segunda-feira, o instituto meteorológico brasileiro ainda alerta para chuvas intensas em áreas de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais, Rondônia e Tocantins. São esperados acumulados diários de até 50 milímetros, além de ventos intensos, mas são baixos os riscos de danos na cidade e campo.

O modelo Cosmo do Inmet e o GFS apontam que nos próximos dias as chuvas seguiram sobre a maior parte do país, com chuvas generalizadas sobre o Norte e altos volumes sore áreas do Sudeste, mas em contrapartida diminui sobre pontos da região Nordeste.

"De uma forma geral, com a diminuição da nebulosidade nesta segunda-feira o sol aparece mais forte no Nordeste. O tempo quente e úmido vai favorecer o crescimento de algumas nuvens sobre os estados e á partir da tarde ocorrem pancadas de chuva que podem vir acompanhadas de raios", disse a Climatempo.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (09/04 a 11/04) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (09/04 a 11/04) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Nos últimos três dias, as chuvas se espalharam sobre quase todo o Brasil, mas altos volumes foram registrados em áreas do Sul, Norte e Nordeste. Apenas pontos isolados do Sudeste e Nordeste não receberam acumulados. As precipitações no final de semana, inclusive, causaram danos na Bahia e Piauí.

Quatorze cidades do Piauí e a capital Teresina decretaram estado de emergência no sábado (06) por conta das chuvas fortes, que elevaram o nível de rios e causaram alagamentos em casas e plantações. Em Teresina, pelo menos duas pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

Alagamentos na cidade de Teresina (PI) - Reprodução/Redes sociais


Rio transborda na Bahia - Reprodução/Redes sociais

Também há relatos de danos com as chuvas dos últimos dias em áreas da Bahia e também Pará. Os cinco maiores acumulados no país no domingo (07) foram registrados em Bertioga (SP): 103,8 mm, Bragança (PA): 82,0 mm, Cametá (PA): 76,4 mm, Carolina (MA): 73,2 mm e Tracuateua (PA): 71,0 mm.

Apenas nas primeiras horas desta segunda-feira altos acumulados também já foram registrados pelo Inmet em diversas cidades do país. Até às 11h, os três maiores acumulados eram registrados em Tefe (AM): 99,0 mm, Ituverava (SP): 84,8 mm e Sacramento (MG): 70,0 mm.

Veja o mapa das áreas com precipitação acumulada nos últimos 3 dias:

Mapa das áreas com precipitação acumulada nos últimos 3 dias - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

As chuvas previstas para áreas do Norte e ainda em pontos no Nordeste podem impactar a finalização dos trabalhos finais de colheita da soja da safra 2018/19. No entanto, as precipitações seguirão beneficiando a safrinha de milho nessas localidades.

De acordo com o mapa de chuvas do Inmet para os próximos sete dias, altos volumes devem seguir sobre áreas do Centro-Norte do país, com destaque para volumes acima de 150 mm em pontos do Centro-Oeste, Norte e Sudeste. Nesta nova atualização, o modelo traz chuvas menos volumosas para o Nordeste.

Veja o mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias no Brasil:

Mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias no Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 08 até 16 de abril, as chuvas mais volumosas caem sobre áreas da faixa Centro-Norte do país.

De 16 até 24 de abril, as precipitações voltam a se concentrar mais sobre áreas do Centro-Norte do Brasil, mas áreas do Sudeste e pontos centrais do país têm uma condição mais firme. Áreas do Sul do país passam a receber mais chuvas no período.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 08 de abril até 24 de abril:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 08 de abril até 24 de abril - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro
Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro

Foto pouco antes da chuva em Itaquirai (MS). Envio do Engenheiro Agrônomo Maicon Jorge da Copasul de Naviraí
Foto pouco antes da chuva em Itaquirai (MS). Envio do Engenheiro Agrônomo Maicon Jorge da Copasul de Naviraí

Faz. Terra Nova, Propriedade de Geomar Delfino de Melo Colheita em Formosa do Rio Preto (BA). Envio de Gerson Page
Faz. Terra Nova, Propriedade de Geomar Delfino de Melo Colheita em Formosa do Rio Preto (BA). Envio de Gerson Page

Concluída colheita, 100% ativa, produtividade 78 sacas/há, em Ibiaçá (RS). Envio de Walter Luiz Roman
Concluída colheita, 100% ativa, produtividade 78 sacas/há, em Ibiaçá (RS). Envio de Walter Luiz Roman

Buchanan, Dakota do Norte - EUA. Envio de Gustavo Philippsen
Buchanan, Dakota do Norte - EUA. Envio de Gustavo Philippsen

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações a página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário