Tempo: Chuvas volumosas retornam ao Sul do país e RS já pode ter precipitações moderadas nesta 2ª

Publicado em 15/04/2019 11:14 e atualizado em 15/04/2019 16:13
967 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (15) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta segunda-feira (15) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

As instabilidades sobre áreas da região Sul do Brasil devem aumentar nos próximos dias. Nesta segunda-feira (15), já pode chover em alguns estados, mas os maiores volumes serão vistos entre terça (16) e quarta-feira (17). A condição pode atrapalhar a colheita da soja.

O modelo Cosmo do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) aponta que as chuvas avançam sobre o Sul do país mais fortemente na terça, começando pelo estado do Rio Grande do Sul. Na quarta-feira, além do estado gaúcho, também chove em áreas de Santa Catarina e Sul do Paraná.

As instabilidades que avançam pelo Sul do país passam rápido e já na quinta-feira (18) o tempo volta a ficar aberto sobre a região. Em contrapartida, áreas mais centrais do país, incluindo o Sudeste e Centro-Oeste, passam a ter uma condição mais chuvosa ao longo da semana.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (16/04 a 18/04) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 72 horas (16/04 a 18/04) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

De acordo com a Climatempo, chuvas já podem ser registradas sobre o Centro-Leste do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira com a atuação de um sistema de alta pressão atmosférica na região, mas nas áreas em que ocorrerem elas serão de até moderada intensidade.

As chuvas previstas para áreas da região Sul nos próximos dias podem novamente impactar a finalização dos trabalhos de colheita da soja. No Rio Grande do Sul, por exemplo, até a semana passada, 68% da área do estado com a oleaginosa tinha os trabalhos finalizados.

No milho, a colheita está em 75% da área, evoluindo 5% em relação à semana anterior; 16% das lavouras estão maduras e por colher e 9%, em enchimento de grãos. Enquanto isso, no arroz, os trabalhos de colheita no campo seguem e atingem os 72% de área, com 25% maduras e por colher.

No Paraná, os trabalhos de colheita da soja também estão próximos do final e do plantio do milho já foram encerrados, conforme apontado pelo último relatório do Deral (Departamento de Economia Rural da Secretaria de Agricultura e do Abastecimento do Paraná).

Márcio Bonesi, presidente da Aprosoja-PR, disse em entrevista ao Notícias Agrícolas que as condições das lavouras de milho estão excelentes e as expectativas dos produtores são muito boas para grandes produtividades na colheita que deve se iniciar em meados de junho e se estender até agosto.

Veja mais:
» Plantio do milho safrinha se encerra no PR e condições estão excelentes; colheita da soja se encaminha para o final

Veja o mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias no Brasil:

Mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias no Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O mapa de chuvas do Inmet para os próximos sete dias aponta que as chuvas deverão seguir volumosas nos próximos dias sobre áreas do Norte e Nordeste do país, apesar de reduzirem sobre a maior parte da região central. O Sul do país também volta a ter chuvas mais volumosas no período.

O mapa de precipitação acumulada do Inmet aponta que as chuvas nas últimas horas seguiram bastante isoladas em pontos centrais do Norte até o centro do país. Os três maiores acumulados em todo o país ontem (14) ocorreram em Capitão Poço (PA): 83,0 mm, Serido (RN): 72,7 mm e Conceição Alagoas (MG): 72,4 mm.

Veja o mapa das áreas com precipitação acumulada nas últimas 24 horas:

Mapa das áreas com precipitação acumulada nas últimas 24 horas -  Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Nesta segunda-feira, segundo o Inmet, o alerta é de acumulados de chuva em áreas do Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 15 até 23 de abril, as chuvas mais volumosas caem sobre áreas da faixa Centro-Norte do país, mas voltam para a maior parte do país, ainda que em menores volumes.

De 23 até 01 de maio, as precipitações passam a se concentrar sobre áreas mais ao extremo Norte das regiões Norte e Nordeste e alguns pontos do Sudeste. Na maior parte do país, a previsão é de tempo mais seco ou com baixos volumes de precipitação acumulada.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 15 de abril até 01 de maio:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 15 de abril até 01 de maio - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Granja Muzzo em Getúlio Vargas (RS). Envio de Roges Muzzo
Granja Muzzo em Getúlio Vargas (RS). Envio de Roges Muzzo

Colheita de soja em Braga (RS). Envio de Cristiano Steffens
Colheita de soja em Braga (RS). Envio de Cristiano Steffens

Praga na couva em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo
Praga na couva em Itaiópolis (SC). Envio de Paulo Marcelo

Milho Safrinha próximo da colheita em Nova Aurora (PR). Envio do Técnico Agrícola David Clemente.
Milho Safrinha próximo da colheita em Nova Aurora (PR). Envio do Técnico Agrícola David Clemente.

Feijão IPR Sabiá em Verê (PR). Envio de Luiz Antônio Nuernberg
Feijão IPR Sabiá em Verê (PR). Envio de Luiz Antônio Nuernberg

Colheita na Agropecuária Bordin em Santa Maria (RS). Envio de Cleonisse Bordin
Colheita na Agropecuária Bordin em Santa Maria (RS). Envio de Cleonisse Bordin

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações a página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário