Tempo: Áreas centrais do Brasil têm alerta de chuvas fortes nesta 6ª feira; frio continua no Centro-Sul

Publicado em 17/05/2019 10:48 e atualizado em 20/05/2019 10:08
359 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta quinta-feira (17) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (17) - Fonte: Inmet

LOGO nalogo

A semana termina no Brasil com as chuvas mais fortes localizadas em áreas centrais do Brasil, principalmente no litoral e proximidades da região Sudeste. Mas também tem alerta nesta sexta-feira (17) para áreas de Mato Grosso do Sul. O frio deve continuar sobre a maior parte da faixa Centro-Sul.

"Os ventos marítimos se intensificaram sobre o litoral paulista favorecendo a entrada de muita umidade, após a recente passagem de uma frente fria. A instabilidade ganhou força e a chuva foi volumosa ultrapassando 100 mm em diversas cidades litorâneas", noticiou a Climatempo.

Na região Centro-Oeste, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) alerta para tempestades ao Leste de Mato Grosso do Sul. A chuva fica entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia com ventos intensos (40-60 Km/h) e queda de granizo. É baixo o risco de queda de energia, alagamentos e estragos em plantações.

Veja o mapa com a previsão de precipitação para até 93 horas (18/05 a 20/05) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação para até 93 horas (18/05 a 20/05) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

No Sudeste, há vários alertas para São Paulo de tempestade e acumulado de chuva. No Norte do estado, a previsão é de acumulados de até 50 mm/dia, ventos e granizo. No litoral paulista, o aviso é de acumulado de chuva com grau de perigo. O alerta vale para até a noite desta sexta.

"Chuva entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia. Risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios, em cidades com tais áreas de risco", destacou o instituto meteorológico brasileiro. Ainda no Sudeste, o Rio de Janeiro também deve ter chuvas fortes ao longo do dia com alerta de grande perigo.

Veja o mapa das áreas com alerta de chuvas fortes nesta 6ª feira em todo o Brasil:

Mapa das áreas com alerta de chuvas fortes nesta 6ª feira em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

"A chuva continua no litoral de São Paulo durante toda esta quinta-feira e nos próximos dias. Por conta da persistência da chuva e os grandes volumes já acumulados, há risco de deslizamentos de terra e queda de barreiras em estradas, que dão acesso ao litoral", destacou a Climatempo.

Nas primeiras horas desta sexta-feira (17), várias cidades da região Sudeste registraram acumulados de chuva. Até às 10h30, os cinco maiores volumes ocorreram sobre Parati (RJ): 187,0 mm, São Sebastião (SP): 145,4 mm, Arraial do Cabo (RJ): 115,4 mm, Bertioga (SP): 91,6 mm e Baixa Grande do Ribeiro (PI): 81,4 mm.

Veja o mapa com a precipitação acumulada em todo o Brasil nas últimas 24 horas:

Mapa com a precipitação acumulada em todo o Brasil nas últimas 24 horas - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O Inmet também reportou aviso de acumulado de chuva por quase todo o litoral carioca. "Chuva superior a 60 mm/h ou acima de 100 mm/dia. Grande risco de grandes alagamentos e transbordamentos de rios, grandes deslizamentos de encostas, em cidades com tais áreas de risco", diz um trecho do alerta.

Também foi emitido aviso de acumulado de chuva para todo o estado do Espírito Santo. Assim como no litoral paulista, a previsão é de que pela manhã ocorram chuvas entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia. Há risco de alagamentos, deslizamentos de encostas e transbordamentos de rios.

Na região Sul, o litoral do Paraná tem alerta de chuvas intensas durante todo o dia. As precipitações ficam entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, ventos intensos (40-60 Km/h). É baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

Enquanto o tempo fica fechado no litoral do Paraná, a previsão é de que a maior parte da região fique sem chuvas, mas o frio continua. "O ar frio de origem polar que entrou com muita força pelo Brasil e fez a temperatura baixar nos últimos dias, ainda influência várias áreas do Sul", disse a Climatempo.

Com a sequência das temperaturas baixas, o mapa de risco de geada aponta que condições fracas do fenômeno podem ocorrer a partir de sexta-feira (17) em áreas de serra em Santa Catarina e Rio Grande do Sul. As temperaturas já têm sido baixas nas últimas horas nessas áreas. Produtores devem ficar atentos.

Veja o mapa com risco de geada no Brasil para sexta-feira (17):

Mapa com risco de geada em no Brasil para sexta-feira (17) - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Veja o mapa com risco de geada no Brasil para sábado (18):

Mapa com risco de geada no Brasil para sábado (18) - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Durante esta quinta-feira (16), segundo dados levantados em estações do Inmet, das cinco menores temperaturas em todo o Brasil, quatro estão no Sul do país. Bom Jardim da Serra (SC): 5,9°C, Itatiaia (RJ): 6,7°C, Bom Jesus (RS): 8,4°C, Jaguarão (RS): 8,5°C e Lages (SC): 9,0°C.

Veja o mapa com a previsão de temperatura mínima para até 93 horas (17/05 a 20/05) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de temperatura mínima para até 93 horas (17/05 a 20/05) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Nos próximos sete dias, segundo o Inmet, as chuvas mais volumosas ocorrem sobre a região Norte do país com acumulados que podem chegar a até 150 mm em alguns pontos. Áreas do Nordeste, principalmente no Matopiba também terão boas chuvas. As precipitações também retornam localizadas sobre o Sudeste e Sul.

Veja o mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias no Brasil:

Mapa de precipitação acumulada dos próximos 7 dias no Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 17 até 25 de maio, as chuvas mais volumosas caem sobre áreas da faixa Norte do país, mas voltam fracas em áreas do Sul.

De 25 de maio até 02 de junho, as precipitações mais volumosas voltam a se concentrar sobre áreas mais ao extremo Norte e ao Sul, com volumes maiores que os registrados no primeiro período. A condição ainda será pouco volumosa e generalizada sobre pontos centrais do país.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 17 de maio até 02 de junho:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 17 de maio até 02 de junho - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Milho Dekalb 255 PRO3 em Passo Fundo (RS). Envio de Bruna Possebon
Milho Dekalb 255 PRO3 em Passo Fundo (RS). Envio de Bruna Possebon

Chuva Fazenda Morro da Alegria em Balsas (MA). Envio de Clodoaldo de Césaro
Chuva Fazenda Morro da Alegria em Balsas (MA). Envio de Clodoaldo de Césaro

Floresta de araucárias em Itaiopolis (SC). Envio de Paulo Marcelo
Floresta de araucárias em Itaiopolis (SC). Envio de Paulo Marcelo

Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro
Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro

Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro
Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro

Áreas de milho Safrinha no Município de Nova Aurora (PR). Envio do Técnico Agrícola David Clemente.
Áreas de milho Safrinha no Município de Nova Aurora (PR). Envio do Técnico Agrícola David Clemente.

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário