Tempo: Massa polar de ar frio avança e derruba temperaturas em até 5°C no Centro-Sul; geadas previstas

Publicado em 24/05/2019 11:05 e atualizado em 26/05/2019 05:25
889 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (24) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (24) - Fonte: Inmet

Uma forte massa de ar frio de origem polar avança pelo país com potencial de derrubar as temperaturas pelo Centro-Sul do país em até 5°C nos próximos dias. Geadas estão previstas, já que essa massa tem potencial de ser ainda mais forte do que a que chegou na última semana dando as caras do outono.

"Durante a passagem desta massa de ar frio, várias capitais brasileiras devem registrar novos recordes de baixa temperatura para 2019. Os recordes podem ser de menor temperatura na madrugada e-ou menor temperatura à tarde", destacou a Climatempo. O frio chega ao Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Apesar de tomar o Centro-Sul, pontos do Norte como nos estados de Rondônia, Acre e no sul do Amazonas, também podem sentir quedas na temperatura.

Deslocamento do ar frio de origem polar sobre o BR entre 21 e 26 de maio de 2019 - Fonte: Climatempo
Deslocamento do ar frio de origem polar sobre o BR entre 21 e 26 de maio de 2019 - Fonte: Climatempo

A chegada dessa massa de ar frio sobre o Centro-Sul fez com que o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitisse alertas para vários estados. Estão na lista pontos de Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. É esperada queda de temperatura de até 5°C.

Além dos alertas de frio, a faixa Centro-Sul também outros avisos emitidos ainda por conta do ciclone extratropical na altura da região Sul e que altera bastante as condições meteorológicas. Há alerta de vendaval para o Mato Grosso do Sul e São Paulo, ventos costeiros para o Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Santa Catarina.

Avisos chuvas intensas também foram divulgados e abrangem localidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná com grau de perigo.

Veja o mapa com avisos para todo o Brasil nesta 6ª feira:

Mapa com avisos para todo o Brasil nesta 6ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O modelo Cosmo do Inmet aponta que o frio deve persistir sobre a faixa Centro-Sul do país pelo menos até o final do mês. Essa condição já deixa em alerta produtores de cereal na região Sul e também cafeicultores de Minas Gerais e Paraná com geadas, que podem danificar as lavouras que estão em plena colheita.

As temperaturas no Centro-Sul já têm sido baixas nos últimos dias, com as três menores ontem (23) em Itatiaia (RJ): -3,0°C, Monte Verde (MG): 5,7°C e Caldas (MG): 5,8°C. A Climatempo destaca que várias capitais têm potencial de bater recordes em 2019 nos próximos dias.

"A maior chance dos recordes serem observados é no fim de semana, 25 e 26 de maio, porque nestes dias o centro da massa polar, que é a região mais fria, vai passar sobre o Sul e sobre o Sudeste do Brasil", disse a empresa meteorológica.

Veja as menores temperaturas registradas pelo Inmet até a tarde de 23/5/2019:

 

Capital (UF)

T min

T max

dias possíveis de recordes

Porto Alegre (RS)

12,9 em 23/3

19,5°C em  23/5

24/5, 25/5 e 26/5

Florianópolis (SC)

15,7 em 30/4

21,7°C em 13/5

24/5, 25/5 e 26/5

Curitiba (PR)

11,0 em 1/5

15,4 em 17/5

24/5, 25/5 e 26/5

São Paulo (SP)

14,6 em 22/5

19,5 em 6/2

25/5 e 26/5

Rio de Janeiro (RJ)

16,9 em 2/4

22,9 em 17/5

26/5 (mínima)

Belo Horizonte (MG)

15,6 em 19/5

20,7 em 17/5

25/5 e 26/5 (mínima)

Vitória (ES)

18,9 em 12/5

24,1 em 18/5

27/5 (mínima)

Campo Grande (MS)

10,2 em 15/5

19,4 em 15/5

24/5, 25/5 e 26/5

Cuiabá (MT)

16,0 em 15/5

22,7 em 14/5

24/5 e 25/5 (mínima)

Goiânia (GO)

15,0 em 20/5

23,1 em 17/2

25/5 e 26/5 (mínima)

Brasília (DF)

14,0 em 20/5

22,7 em 16/5

pouca chance de bater

Porto Velho (RO)

19,5 em 17/5

25,9 em 14/5

pouca chance de bater

Rio Branco (AC)

17,2 em 17/5

23,6 em 14/5

24/5 e 25/5 (mínima)


Para esta sexta-feira (24), alguns pontos da região Sul já têm previsão de fracas geadas. Eles abrangem pontos do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Mas é no sábado (25) que a condição demanda maior atenção, com possibilidade de geadas no Sul e também em pontos de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

No sábado, segundo previsões do Inmet, geadas de até moderada intensidade podem ser registradas.

Veja o mapa das áreas com previsão de geada nesta sexta-feira (24):

Mapa das áreas com previsão de geada nesta sexta-feira (24) - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Veja o mapa das áreas com previsão de geada no sábado (25):

Mapa das áreas com previsão de geada no sábado (25) - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 24 até 01 de junho, as chuvas mais volumosas caem sobre áreas da faixa Norte do país, mas também ocorrem em áreas da região Sul.

De 01 de junho até 09 de junho, as precipitações mais volumosas voltam a se concentrar sobre áreas ao extremo Norte e cessam na maior parte do Brasil, com exceção de pontos de chuvas moderadas no Sul e Sudeste.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 24 de maio até 09 de junho:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 24 de maio até 09 de junho - Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA
Fonte: National Centers for Environmental Prediction/NOAA

Milho safrinha em Tupaciguara (MG). Envio de Celso Vale.
Milho safrinha em Tupaciguara (MG). Envio de Celso Vale.
 

Sorgo em Tupaciguara (MG). Envio de Celso Vale.
Sorgo em Tupaciguara (MG). Envio de Celso Vale.

Foto em Vitorino (PR). Envio do Engenheiro Agrônomo Rafael Pedrotti.
Foto em Vitorino (PR). Envio do Engenheiro Agrônomo Rafael Pedrotti.

Região de Bernardino de Campos, Bairro Lageado Família Soares, Parceria AgroFerrari.
Região de Bernardino de Campos, Bairro Lageado Família Soares, Parceria AgroFerrari.

Envie sua foto ou vídeo! Fale com a gente pelo WhatsApp (19) 99767-0241

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário