Tempo: Frente fria avança e causa muita chuva sobre áreas de AL, BA e SE nesta 6ª feira

Publicado em 07/06/2019 11:27 e atualizado em 07/06/2019 11:59
573 exibições

Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (07) - Fonte: Inmet
Imagem de satélite de todo o Brasil nesta sexta-feira (07) - Fonte: Inmet

Uma frente fria está em atuação sobre áreas da região Nordeste do Brasil e deve provocar muita chuva ao longo desta sexta-feira (07), incluindo pontos mais próximos ao litoral dos estados de Alagoas, Bahia e Sergipe. Os acumulados em algumas áreas podem chegar a até 100 milímetros/dia.

"A chuva que cai sem parar desde ontem à tarde já provocou diversos alagamentos na região de Salvador e deve prosseguir por várias horas ainda. A situação é de alerta para alagamentos e outros transtornos porque os volumes acumulados já são altos e a previsão é de mais chuva", disse a Climatempo.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (08/06 a 11/06) em todo o Brasil:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para até 93 horas (08/06 a 11/06) em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), inclusive, emitiu alerta de acumulado de chuva para áreas mais Leste dos estados da Bahia, Sergipe e Alagoas. Em uma área de Salvador até Aracaju, as chuvas ficam entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia, com baixos riscos.

Já mais ao Leste, incluindo a Bahia, Sergipe e Alagoas, as precipitações são mais fortes. "Chuva entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia. Risco de alagamentos, deslizamentos de encostas, transbordamentos de rios, em cidades com tais áreas de risco", disse o Inmet.

Veja o mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 6ª feira:

Mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 6ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Nordeste Baiano, Recôncavo Baiano

Veja o mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 6ª feira:

Mapa das áreas com alerta de acumulado de chuva nesta 6ª feira - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Aviso para as áreas: Sertao Alagoano, Leste Alagoano, Agreste Alagoano, Leste Sergipano, Agreste Sergipano, Sertao Sergipano, Nordeste Baiano, São Francisco Baiano

As chuvas já têm sido volumosas em áreas da região Nordeste nas últimas horas. O CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Desastres Naturais) registrou entre aproximadamente 10 horas de quarta e 10 horas quinta-feira 100 mm na região de Candeias e locais de Salvador 90 mm.

O mapa de precipitação acumulada do Inmet nas últimas 24 horas também mostra altos volumes de chuva em áreas da Bahia, Sergipe e Alagoas. Várias cidades da Bahia figuram entre as que tiveram acumulados recordes nesta quinta-feira em todo o Brasil.

Os cinco maiores volumes de chuva pelo país no dia, segundo o Inmet, foram registrados nas estações de Bragança (PA): 68 mm, Salvador (BA) - Radio Farol: 66,6 mm, Salvador (BA) - Ondina: 62,6 mm, Salvador (BA): 60,4 mm e Iauaretê (AM): 59 mm.

Veja o mapa de precipitação acumulada das últimas 24 horas em todo o Brasil:

Mapa de precipitação acumulada das últimas 24 horas em todo o Brasil - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

O modelo Cosmo do Inmet aponta que instabilidades vão seguir sobre áreas dos três estados do Nordeste pelo menos até o início da próxima semana. Nos próximos sete dias, no acumulado, as precipitações mais volumosas devem ocorrer no Norte, mas também aparecem em bons volumes sobre o litoral do Nordeste.

"As áreas de instabilidade da frente fria ainda vão ser sentidas no Recôncavo e por todo o litoral da Bahia pelo menos até o domingo. As nuvens carregadas atingem também o estado de Sergipe e vão provocar chuva frequente nos próximos dias", destacou a Climatempo.

Veja o mapa com a previsão de precipitação acumulada para os próximos sete dias:

Mapa com a previsão de precipitação acumulada para os próximos sete dias - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Previsão estendida de chuvas para o Brasil

De acordo com o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA, na sigla em inglês), no período de 07 até 15 de junho, as chuvas mais volumosas caem sobre áreas da faixa Norte do país, mas também voltam ao Sul.

De 15 de junho até 23 de junho, as precipitações mais volumosas voltam a se concentrar sobre áreas ao extremo Norte e também seguem sobre áreas da região Sul e partes do Sudeste, ainda que de forma isolada e em baixos volumes. A maior parte do país tem tempo firme.

Veja o mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 07 até 23 de junho:

Mapa com a tendência de precipitação acumulada para o período de 07 até 23 de junho - Fonte: Inmet
Fonte: Inmet

Marcos Bianchi fazendo colheita em nossa horta em Naranjal / Paraguay. Envio de Danoil Bianchi
Marcos Bianchi fazendo colheita em nossa horta em Naranjal / Paraguay. Envio de Danoil Bianchi

 

Semeadura do Trigo dos produtores Darli e Hilton Goelzer em Quinze de Novembro (RS). Envio do Eng. Agrônomo Mauricio Kunz.
Semeadura do Trigo dos produtores Darli e Hilton Goelzer em Quinze de Novembro (RS). Envio do Eng. Agrônomo Mauricio Kunz.

Colheita de Soja segunda safra da família Gresele no município de Doutor Maurício Cardoso (RS). Envio do Técnico Agrícola Rogério Mengarda
Colheita de Soja segunda safra da família Gresele no município de Doutor Maurício Cardoso (RS). Envio do Técnico Agrícola Rogério Mengarda

Inicio de colheita milho safrinha em Pato Bragado (PR).
Inicio de colheita milho safrinha em Pato Bragado (PR).

Foto da semeadura de Cevada em Ipiranga do Sul (RS). Envio do Eng. Agrônomo Volmir Peretti Junior.
Foto da semeadura de Cevada em Ipiranga do Sul (RS). Envio do Eng. Agrônomo Volmir Peretti Junior.

Foto da região de Santa Cruz do Rio Pardo (SP). Envio do Produtor Adauto Gazola.
Foto da região de Santa Cruz do Rio Pardo (SP). Envio do Produtor Adauto Gazola.

Clique e envie sua foto ou vídeo! Mande também através do WhatsApp (19) 99767-0241, pelo Instagram@jornalistadotempo ou com a #jornalistadotempo

» Clique e veja mais informações na página de Clima e acompanhe cinco satélites em tempo real

Por: Jhonatas Simião | Instagram @jornalistadotempo
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário