Tempo: Paraná só deve receber chuvas significativas após dia 26

Publicado em 19/11/2019 10:37 e atualizado em 19/11/2019 14:58
2527 exibições

LOGO nalogo

O estado do Paraná só voltará receber chuvas expressivas apenas na próxima semana. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), há um bloqueio na atmosfera que impede que o corredor de umidade, que atualmente está atuando na região Central, Sudeste e pontos da região Norte do país, desça para a região Sul do Brasil.

Dados do modelo Cosmo do Inmet, indicam que as chuvas devem chegar apenas a partir do dia 24, mas ainda com volumes baixos, de até 12 mm de precipitação em todo o estado do Paraná. A partir do dia 25 as chuvas avançam ao norte do país e as previsões indicam chuvas, também de baixos volumes, no norte do Paraná com volumes entre 5 e 7 mm.

Satélite - Inmet
Imagem de Satélite do Inmet mostram áreas sem chuvas na
região sul do país nesta terça-feira

A meteorologista Andrea Ramos, do Inmet, explica que as condições não influenciam apenas nas condições do Paraná, mas em toda a região sul do país, que poderão receber chuvas pontuais nas próximas 24 horas. "Está indicando que haverá céu parcialmente nublado, para amanhã (quarta-feira/20) há possibilidades de chuvas em áreas isoladas, principalmente no litoral", afirma. 

O modelo Cosmo indica ainda que a partir do dia 26 uma nova frente chega sobre a região sul, mas ainda com volumes expressivos apenas o Rio Grande do Sul, que pode ter precipitações de até 60 milímetros no extremo sul do estado. Santa Catarina e Paraná permanecerão sem chuvas expressivas. 

As previsões preocupam os produtores do Paraná, que já sofreram com os impacotos dos atrasos de chuvas para o plantio da safra 2019/20. Neste momento, a falta de chuvas volta a preocupar para o desenvolvimento da soja.

Segundo o vice-presidente do Sindicato Rural de Palotina/PR, Edmilson Zabot, das áreas que já haviam sido semeadas, 40% precisou ser replantada e no restante os produtores optaram por deixar a situação como estava pensando em ganhar tempo lá na frente para a safrinha de milho e em evitar mais custos. Confira a entrevista completa aqui.

Veja o mapa de precipitação para as próximas 24 horas na região sul do país: 

Região Sul - 174
Fonte: Inmet 

Chuvas no Centro-Oeste nesta terça-feira 

As previsões indicam a possibilidade de temporais no Centro-Oeste nesta terça-feira (19). Segundo a Climatempo, o calor a alta umidade e a circulação de ventos em vários níveis da atmosfera, vêm formando áreas de instabilidade. "As pancadas de chuva ocorrem em quase toda a Região, com risco de temporais em áreas de Mato Grosso, Goiás e no Distrito Federal", afirma a Climatempo. 

Os dados da Climatempo indicam que as previsões indicam risco de temporais sobretudo na região norte de Goiás e praticamente todo norte do Mato Grosso. "Incluindo Brasília, é de chuva a qualquer hora, com risco de temporais, muita nebulosidade e poucas aberturas de sol.  A chuva pode ser volumosa principalmente no Distrito Federal, afirma. 

Nas demais regiões do Goiás e Mato Grosso, são esperadas pancadas de chuvas no período da tarde. "Apenas o sul de Mato Grosso do Sul tem um dia vai com sol forte e não tem previsão de chuva para esta terça-feira", informa a Climatempo. 

No Distrito Federal, segundo o Inmet, as chuvas já alcançaram 67% da média esperada. "Se as previsões continuarem assim, provavelmente ultrapassaremos as médias da climatologia", afirma a meteorologista Andrea Ramos. 

Sudeste continua com chuvas expressivas 

Nas próximas 24 horas ainda são esperadas chuvas expressivas para a região Sudeste do Brasil, especialmente nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. 

De acordo com o Inmet, em Minas Gerais só não chove na região norte do estado, onde uma massa de ar seco segue predominante. Nas demais regiões os volumes devem ficar entre 16 e 40 milímetros de precipitação. 

No Espírito Santo são esperados volumes de até 40 mm. No Rio de Janeiro os volumes tendem a serem mais expressivos, podendo atingir 50 milímetros em alguns pontos. 

Veja o mapa de precipitação para as próximas 24 horas em todo o país: 

24h - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Últimas 24 horas 

Nas últimas 24 horas os volumes mamais expressivos de precipitações foram registrados em Minas Gerais, Goiás, Tocantins e oeste da Bahia. 

Confirmando as previsões, em Minas Gerais as chuvas mais significativas foram registradas no oeste do estado, com volumes entre 30 e 60 milímetros. 

Em Goiás as chuvas atingiram a região centro, norte e oeste do estado. Os maiores volumes foram registrados na região norte, com precipitações de até 30 mm. Já em Tocantins os volumes ficaram entre 30 e 60 milímetros de precipitações. As regiões leste e oeste receberam as chuvas mais significativas. 

A chuva também começou a avançar para a região do Nordeste. No oeste da Bahia foram registrados volumes entre 25 e 40 milímetros. No sul do Maranhão também choveu, com precipitações de até 25 mm. 

Também foram registrados pontos de chuva no Mato Grosso. No sul do estado as chuvas ficaram entre 20 e 25 mm. Já na região norte os números foram mais expressivos, com volumes de até 30 milímetros. 

Veja o mapa de precipitação das últimas 24 horas em todo o Brasil: 


Fonte: Inmet 

Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro
Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro

Foto em Abel Figueiredo (PA). Envio do Engenheiro Agrônomo Emerson de Souza.
Foto em Abel Figueiredo (PA). Envio do Engenheiro Agrônomo Emerson de Souza

Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro
Foto em Rio Verde (GO). Envio de Alex Zamonaro

Foto em Abel Figueiredo (PA). Envio do Engenheiro Agrônomo Emerson de Souza.
Foto em Abel Figueiredo (PA). Envio do Engenheiro Agrônomo Emerson de Souza


Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do
WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram
 @noticiasagricolasou use a hashtag #imangensdodia
 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário