Chuvas voltam ao Paraná com possibilidade de tempestade e granizo já nesta 4ª

Publicado em 04/12/2019 10:30 e atualizado em 04/12/2019 15:17
4085 exibições
Massa de ar seco e úmido leva condições de chuvas volumosas para o Paraná e Santa Catarina

LOGO nalogo

Uma massa de ar quente e umido na região sul do país traz de volta as condições de chuvas intensas e possibilidades de granizo para as próximas 24 horas no estado do Paraná e em Santa Catarina. 

Segundo o meteorologista Olívio Bahia, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), além dos sistemas que já estão atuando na região, o avanço de uma frente fria formada em Buenos Aires, na Argentina, pode trazer mais condições de chuvas para a região sul do Brasil, sobretudo para Santa Catarina e Paraná.

"O sistema em Buenos Aires vai avançar a partir do final do dia de hoje (04/12) e permanece toda a interação desse sistema frontal, principalmente em Santa Catarina e no Paraná onde a gente espera uma tempestade e granizo", afirma o meteorologista. 

O modelo Cosmo do Inmet, indica que entre esta quarta-feira e quinta-feira (5), os volumes tendem a ficar mais significativos também no norte do Paraná, região onde os produtores mais sofreram com o atraso das chuvas para o plantio da safra 2019/20. São previstos acumulados entre 30 e 40 milímetros em todo o Paraná, com destaque para pontos da região norte onde os volumes podem alcançar 60 mm, além desta região, os mesmos volumes são esperados para oeste do estado. 

Em Santa Catarina também são previstas chuvas para todo o estado, sendo os maiores volumes esperados para a região central com previsão de 50 milímetros de precipitação. Nas demais áreas os volumes tendem a ficar entre 20 e 30 mm. No Rio Grande do Sul, onde as chuvas foram bastante significativas em novembro, os volumes tendem a ser mais baixos, ficando os maiores acomulados previstos para o norte com até 30 mm de precipitação.

"No noroeste do estado do Rio Grande do Sul, no oeste de Santa Catarina e do Paraná tem risco de temporais em pequenas áreas, que podem ocorrer a qualquer hora. No decorrer da tarde e à noite, a região do Planalto gaúcho e da Serra gaúcha também podem ter temporais", afirma a Climatempo. 

Veja o mapa de precipitação prevista para a região sul do país nas próximas 48 horas: 

Sul - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Na região Sudeste do Brasil as chuvas continuam intensas em Minas Gerais. A previsão indica que nas próximas 24 horas os volumes tendem a ficar mais intensas na área norte do estado com até 60 milímetros de precipitação em alguns pontos. 

A tendência é de que chova em toda área oeste de Minas Gerais com volumes entre 20 e 30 milímetros de precipitação. Nas demaisn regiões as chuvas podem continuar acontecendo, mas já com volumes mais baixos quando em comparação aos últimos dias. 

Chuvas previstas para a região do Matopiba

Uma massa de ar quente e umido também leva condição de chuvas para pontos do Matopiba nas próximas 24 horas. Segundo os modelos do Inmet, a previsão indica chuvas previstas para os quatro estados que compõem a região.

Chuvas significativas são esperadas para todas as regiões do Tocantins. As regiões central e leste devem ficar com os volumes mais expressivos, com até 60 milímetros de precipitação. Nas demais áreas do estado, são esperados acumulados de até 20 milímetros. 

O sistema também influência chuvas em todo o oeste da Bahia entre esta quarta e quinta-feira. O modelo Cosmo do Inmet indica que os volumes podem alcançar até 50 milímetros de precipitação em algumas localidades. Não são previstas chuvas nas demais áreas do estado. 

Já no Piauí, onde a situação com o atraso das chuvas é mais complicada, são esperadas chuvas para pontos da área leste do estado, com precipitações entre 20 e 30 milimítros. Não há previsão de chuvas expressivas para o oeste e norte do Piauí. 

No Maranhão, os volumes mais expressivos devem acontecer no sul do estado, entre 30 e 50 milímetros. Há previsão de chuvas para as demais regiões do estado, mas ainda em volumes baixos. 

Veja o mapa de precipitação prevista para as próximas 93 horas em todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Últimas 24 horas

Segundo os dados do Inmet, nas últimas 24 horas os volumes mais expressivos foram registrados em Minas Gerais, com volumes de até 40 milímetros em alguns pontos do estado. Nas demais áreas as precipitações ficaram entre 20 e 25 milímetros. 


Também foram registradas chuvas em pontos Mato Grosso, na região norte, com volumes de até 20 mm de precipitação. Choveu nas demais áreas do estado, mas com volumes baixos entre 5 e 12 mm de precipitação. 

No Goiás, os pontos de chuvas foram registrados no leste e oeste do estado, com volumes entre 15 e 20 milímetros de precipitação.

Veja o mapa das últimas 24 horas em todo o Brasil: 

24h chuvas - Inmet
Fonte: Inmet 

Soja em Realeza (PR). Envio de Alencar Lotici
Soja em Realeza (PR). Envio de Alencar Lotici

Soja em Naviraí (MS). Envio de Nelson Danilo Sykora
Soja em Naviraí (MS). Envio de Nelson Danilo SykoraFoto propriedade Anderson Vizentin em Lagoa Vermelha (RS)
Foto propriedade Anderson Vizentin em Lagoa Vermelha (RS)

Foto em Pitanga (PR). Envio de Matheus Moraes
Foto em Pitanga (PR). Envio de Matheus Moraes


Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do
WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram
 @noticiasagricolasou use a hashtag #imangensdodia
 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário