Tempo: Semana inicia instável no sul do país; chuvas continuam no Centro-Oeste e Sudeste

Publicado em 09/12/2019 10:53
1455 exibições

LOGO nalogo

A previsão indica um começo de semana instável para a região sul do Brasil, onde novas áreas de instabilidade se espalham pela região. Segundo a Climatempo, as áreas de instabilidade devem provocar chuvas expressivas principalmente sobre o Paraná e Santa Catarina.

"Os dois estados tem muita nebulosidade nesta segunda-feira com períodos de sol ou apenas um mormaço.  Pancadas de chuva com raios acontecem principalmente à tarde e à noite e podem ser de moderada a forte intensidade", afirma a Climatempo. 

O modelo Cosmo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), indica que nas próximas 24 horas as chuvas serão mais expressivas no Centro e Sul do Paraná, com até 30 milímetros de precipitação. Os mesmos volumes são esperados para o norte de Santa Catarina. 

Já no Rio Grande do Sul não há previsão de chuvas volumosas indicada nos mapas, mas podem acontecer pancadas locais em alguns pontos do estado. A partir de quinta-feira (12), segundo a Climatempo, uma nova frente fria chega na região sul do país e as chuvas tendem a aumentar também no Rio Grande do Sul. "A passagem desta frente fria deve ser rápida e na sexta-feira quase toda da Região Sul já estará com tempo seco", afirma a Climatempo. 

Mapa do Inmet indica chuvas no Paraná e Santa Catarina nas próximas 24 horas:

Inmet
Fonte: Inmet 
 

Chuvas seguem expressivas no Centro-Oeste e Sudeste do Brasil 

A previsão indica que as condições de chuvas continuam para  região Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. Desde a semana passada, chuvas significativas são registradas especialmente no Mato Grosso e Minas Gerais. Segundo Olívio Bahia, meteorologista do Inmet, uma massa de ar seco e úmido continua atuando no corredor Centro-Oeste e Sudeste, o que faz com que as condições sejam mantidas. 

No Centro-Oeste, os maiores acumulados são esperados no Mato Grosso, com precipitação entre 20 e 40 milímetros em todo o estado nas próximas 24 horas. São previstas chuvas para todo o estado de Goiás, com acumulados previstos de até 20 mm. Também deve continuar chovendo na região oeste e sul do Mato Grosso do Sul. Segundo os modelos do Inmet, são esperadas chuvas entre 20 e 50 milímetros de precipitação.

Veja o mapa de previsão de precipitação para o Centro-Oeste nas próximas 24 horas: 

Centro-Oeste 24h - Inmet
Fonte: Inmet 
 

No Sudeste, os volumes mais expressivos continuam sendo esperados em Minas Gerais. O modelo Cosmo do Inmet indica que no dia 11 os volumes podem ser mais expressivos na região sul do estado com previsão de até 70 milímetros de precipitação. Na quarta-feira (11), também chove de maneira expressivas em todo o estado de São Paulo. São esperados volumes entre 40 e 50 milímetros em todo o estado. 

Veja o mapa de previsão de precipitação para todo o Brasil nas próximas 93 horas: 

93 horas
Fonte: Inmet 

 

Previsão estendida para todo o Brasil 

No período de 9 até 17 de dezembro, o mapa de previsão estendida do centro de previsão da Administração Oceânica e Atmosféria Nacional (NOAA, na sigla em inglês), indica chuvas volumosas para o Centro-Oeste e Sudeste do Brasil. 

De acordo com dados do NOAA, no Sudeste os volumes continuarão expressivos em Minas Gerais e Espírito Santo, durante o período são esperados acumulados entre 100 e 125 milímetros de precipitação. 

Já no Centro-Oeste, a previsão indica que os volumes serão significativos em Goiás, com até 100 milímetros de precipitação e no Mato Grosso, onde também são previstas chuvas de até 100 mm. 

Já no período entre 17 e 25 de dezembro, os mapas do NOAA indicam uma diminuição das chuvas nas duas regiões. Segundo o NOAA, neste período, os volumes tendem a ficar mais expressivos apenas na região do Amazonas. 

No Centro-Oeste e Sudeste, podem ser registradas chuvas pontuais de até 90 milímetros de precipitação. Os mapas também indicam chuvas na região Sul do país, entre 70 e 90 milímetros de precipitação. 

Veja o mapa de previsão de precipitação estendida para todo o Brasil: ,

NOAA
Fonte: NOAA

Últimos três dias 

Nos últimos três dias os acumulados mais significativos de chuvas em áreas de produção agrícola foram registrados no Sudeste e Centro-Oeste do país. 

No Sudeste, os volumes mais expressivos foram registrados em Minas Gerais, sobretudo nas regiões central e leste, com volumes entre 50 e 60 milímetros. Nas demais regiões os volumes ficaram entre 25 e 30 mm de precipitação. 

Foram registrados volumes significativos no Espírito Santo, com volumes entre 50 e 60 mm de precipitação. Em São Paulo, os volumes mais expressivos foram registrados na região leste, com até 60 milímetros de precipitação. 

No Centro-Oeste, a região norte do Mato Grosso recebeu as chuvas mais expessivas, com até 80 milímetros de precipitação. Nas demais as áreas os acumulados registraram 30 mm. Já no Mato Grosso do Sul foram registrados acumulados de até 30 milímetros na região sul do estado. 

Também choveu em Goiás nos últimos três dias. Segundo dados do Inmet, em alguns pontos do estado os volumes acumulados registraram 60 milímetros de precipitação. Já no Tocantins, as chuvas mais expressivas foram registradas na região sul, com até 30 milímetros de precipitação. 

Veja o mapa de precipitação dos últimos três dias em todo o Brasil: 

3 dias - Inmet
Fonte: Inmet 

 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário