Previsão indica chuvas volumosas para o Centro-Oeste; continua chovendo em Minas Gerais

Publicado em 11/12/2019 10:08 e atualizado em 11/12/2019 11:08
4699 exibições

LOGO nalogo

As previsões indicam mais chuva para o Centro-Oeste nas próximas 24 horas. Segundo a Climatempo, as condições permanecem na região, em razão do ar quente e úmido associado a circulação dos ventos em médios níveis da atmosfera que ajudam a formar e a espalhar nuvens carregadas pelo Centro-Oeste. 

"Em Mato Grosso do Sul, e no centro-sul de Goiás, a quarta-feira será marcada por tempo instável, com muitas nuvens e chuva mais expressiva e volumosa. Há risco de temporal,  inclusive nas capitais Campo Grande e Goiânia, alertam os meteorologistas", afirma a Climatempo. 

O modelo Cosmo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica que são esperadas chuvas em todo o Mato Grosso do Sul, com volumes entre 30 e 40 milímetros de precipitação. No Mato Grosso também deve chover em todo o estado, sendo os maiores volumes esperados para a região norte, onde os volumes tendem a ficar em 40 milímetros de precipitação. 

No sul do Tocantins também são esperados volumes expressivos. Segundo o Inmet, em alguns pontos da região sul podem ser registrados acumulados de 60 milímetros. Também chove nas demais áreas do Tocantins, mas com volumes baixos. 

Segundo a Climatempo, a tendência é que a partir de quinta-feira (12) as áreas de instabilidade fiquem concentradas no centro-norte do Mato Grosso do Sul, sul do Mato Grosso e centro-sul do Goiás, há condições de chuvas fortes nestas regiões. 

Veja o mapa de previsão de precipitação para as próximas 24 horas no Centro-Oeste:

Centro-Oeste

Outras regiões

Sudeste
Também são previstas chuvas para a região Sudeste do Brasil nas próximas 24 horas. As condições de chuvas expressivas continuam especialmente em Minas Gerais, onde os volumes podem chegar a 40 milímetros no sul do estado. 

Desde semana passada chove de maneira expressiva em Minas Gerais, atingindo as áreas de produção de café. A previsão indica que na quinta-feira (12) os volumes ficam ainda mais expressivos para o sul do estado, onde são esperados volumes entre 90 e 125 milímetros de precipitação. 

Também continua chovendo de maneira expressiva em todo o estado de São Paulo. As condições continuam instáveis no estado devido à influência de um sistema de baixa pressão na atmosfera. Em todo o estado são esperados volumes entre 30 e 40 mm. Em alguns pontos da região norte as chuvas podem ser mais volumosas, entre 50 e 60 milímetros de precipitação. 

"O risco para temporais é alto em grande parte do interior do estado e, no Vale do Paraíba, a chuva ocorre de forma frequente", afirma a Climatempo. 

Sul

Nas próximas 24 horas também há previsão de chuva para o sul do país. As condições acontecem devido a circulação dos ventos em médios níveis da atmosfera e forma áreas de instabilidade na região. "Uma massa de ar seco ainda predomina no Rio Grande do Sul, mas  tem previsão de chuva para os outros dois estados da região", afirma a climatempo. 

Os mapas indicam que chove em todo o estado de Santa Catarina e no Paraná nesta quarta-feira (11). No Paraná, são esperados volumes  de até 40 milímetros de precipitação no sul do estado. Nas demais áreas, a previsão indica volumes mais baixos. 

Já em Santa Catarina, os volumes tendem a ser mais baixos em todo o estado, podendo ser registradas chuvas de até 30 milímetros de precipitação em alguns pontos da área norte de Santa Catarina. 

O modelo Cosmo indica que na sexta-feira (13) as condições avançam e os volumes tendem a ficar mais expressivos nos dois estados. As chuvas mais intensas são esperadas para o Paraná, com volumes entre 30 e 60 milímetros, principalmente na região norte do estado. 

Veja a previsão de precipitação nas próximas 93 horas em todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 

 

Últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas os volumes mais expressivos de chuvas foram registrados no Centro-Oeste do Brasil. 

Segundo dados do Inmet, choveu em todo o Mato Grossom, com precipitações de até 60 milímetros na região norte e parte da área sul do estado. Nas demais regiões, os volumes registrados ficaram entre 20 e 30 mm de precipitação. 

No Mato Grosso do Sul, os volumes mais significativos foram registrados na região norte do estado, com volumes entre 50 e 60 milímetros. Na região central, os volumes ficaram entre 20 e 30 mm. Também choveu no sul do estado, mas em volumes baixos. 

Em Goiás os acumulados mais sginficativos foram registrados na região leste do estado, com precipitação entre 20 e 30 milímetros. Já no Tocantins a chuva foi mais volumosas no centro do estado, com precipitações entre 20 e 30 milímetros. 

Veja o mapa de precipitação das últimas 24 horas em todo o Brasil: 

Últimas 24 horas - Inmet
Fonte: Inmet 


Lucas Souza em Guaraí (TO). Envio de Fernando Souza
Lucas Souza em Guaraí (TO). Envio de Fernando Souza

Amendoim em Presidente Prudente (SP). Envio da página Amendoim Brasil
Amendoim em Presidente Prudente (SP). Envio da página Amendoim Brasil

Milho em Nova Aurora (PR). Envio do Técnico Agrícola David Clemente
Milho em Nova Aurora (PR). Envio do Técnico Agrícola David Clemente

Colheita de uvas no Município de Nova Aurora (PR). Envio do Técnico Agrícola David Clemente
Colheita de uvas no Município de Nova Aurora (PR). Envio do Técnico Agrícola David Clemente

Gilson e seu neto Pedro em Lavras (MG). Envio de Henrique Beluti
Gilson e seu neto Pedro em Lavras (MG). Envio de Henrique Beluti

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do
WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolasou use a hashtag #imangensdodia
 

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário