Volta a chover em toda a região sul do país; RS deve ter redução de volumes na 2ª quinzena do mês

Publicado em 12/12/2019 10:25 e atualizado em 12/12/2019 11:24
3369 exibições

LOGO nalogo

As chuvas voltam para o sul do país e a tendência é que os volumes sejam significativos na região até o final de semana nos três estados. Segundo Tiago Robles, da Oráculo Meteorologia, as condições mudam na região em decorrência da Oscilação Antártica que passará a ter uma tendência positiva, o que resulta na passagem dos sistemas transientes mais para o sul e consequentemente promove o aumento de chuvas em toda a região sul.

De acordo com os mapas da Oráculo Meteorologia, a tendência é que as chuvas sejam mais intensas no Rio Grande do Sul até domingo, próximo dia 15, onde as precipitações devem ficar entre 50 e 100 milímetros de precipitação. Tiago destaca que no Rio Grande do Sul as chuvas vêm ocorrendo de forma mais irregular desde meados de novembro.  "A partir deste fim de semana há previsão de bons acumulados de chuvas. Mesmo os modelos mostrando acumulados inferiores posteriormente, há potencial de chuvas pontuais em todo o Rio Grande do Sul", destaca Tiago.

Mapas também indicam volumes expressivos para oeste de Santa Catarina e sul do Partaná até domingo. Dados da Oráculo, indicam que são esperados acumulados de até 100 mm de precipitação nestas regiões. Só não há previsão de chuvas para a região leste de SC. 

Dados alertam ainda para o final de semana e início da próxima semana, quando há possibilidade de chuvas intensas, fortes rajadas de vento e condições para granizo em todo o Rio Grande do Sul, além do oeste de Santa Catarina e do Paraná. "Os produtores da metade sul do RS, em especial a região Central, principal região produtora do estado, devem ficar atentos para o final do mês, quando as chances de chuvas reduzem bastante", destaca o meteorologista.

Já em Santa Catarina e no Paraná, segundo o meteorologista, o cenário é mais confortável e não há indícios de irregularidades para os dois estados. "Em Santa Catarina o cenário é mais confortável ainda, pelo fato de que vai receber chuvas e também terá mais dias de tempo firme, ou seja, umidade e radiação para o desenvolvimento da lavoura e janelas maiores para os tratos culturais" comenta Robles.

No período de entre 16 e 20 de dezembro, os volumes passam a ficar mais intensos no Paraná, com destaque para o norte do estado, onde são esperados volumes entre 50 e 100 milímetros de precipitação. Também há previsão de chuvas para as demais áreas do estado, com volumes entre 30 e 50 mm. 

A partir do dia 21 passa a chover de maneira expressiva apenas no leste de Santa Catarina, sendo previstos até 100 mm de precipitação. A tendência é que continue chovendo em Paraná, com previsão de pecipitação entre 30 e 50 milímetros em todo o estado. 

Veja o mapa de previsão dividido em três períodos para a região sul do Brasil: 

Sul do Brasil - Oráculo
Fonte: Oráculo Meteorologia 

Outras regiões 

O modelo Cosmo do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica que as condições de chuvas permanecem em todo o Centro-Oeste e parte do Sudeste nas próximas 48 horas. 

Segundo o modelo, no Centro-Oeste, os volumes mais expressivos são previstos para o Mato Grosso, com precipitações entre 20 e 30 milímetros na área norte do estado. Também há previsão de chuva para as demais regiões, porém em volumes mais baixos. 

Também há previsão de chuvas para o Mato Grosso do Sul, Tocantins e Goiás, com precipitações previstas entre 12 e 20 milímetros. 

Os mapas também indicam mais chuvas para Minas Gerais, onde os volumes tendem a continuar intensos na região sul do estado. 

Nesta região, o Cosmo indica que são esperados volumes entre 20 e 30 milímetros de precipitação. A região norte de Minas Gerais continua sem previsão de chuvas e uma massa de ar seco continua predominante no local. 

Também continua chovendo em todo o estado de São Paulo nas próximas 24 horas. Os mapas indicam que os volumes tendem a ser mais baixos, quando comparados com os outros dias da semana. São previstas precipitações de 12 milímetros em todo o estado. 

Veja o mapa de previsão de precipitação para as próximas 93 horas em todo o Brasil: 

93 horas - Inmet
Fonte: Inmet 
 

Últimas 24 horas 

Nas últimas 24 horas os volumes mais expressivos foram registrados no Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. 

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no Sudeste os maiores volumes foram registrados em Minas Gerais e em São Paulo. No estado mineiro, os acumulados foram registrados na região sul, com precipitações entre 25 e 30 milímetros. 

Já em São Paulo, choveu em todo o estado, ficando os maiores volumes no norte e leste, com 30 milímetros de precipitação. Nas demais áreas as chuvas aconteceram de maneira menos expressivas. 

No Mato Grosso foram registrados os maiores volumes do Centro-Oeste. Segundo o Inmet, no oeste do estado os aculumados foram de 60 milímetros. Também choveu no sul do Tocantins, onde foram registrados volumes de até 30 milímetros de precipitação. 

Veja o mapa de precipitação das últimas 24 horas em todo o Brasil: 

24h - Inmet
Fonte: Inmet 

Foto em Corpus Christi - Paraguay. Envio de Valério Rocha
Foto em Corpus Christi - Paraguay. Envio de Valério Rocha

Luana Poletto, lavoura de milho em Guarantã (MT). Envio de Ivan Schabel
Luana Poletto, lavoura de milho em Guarantã (MT). Envio de Ivan Schabel

Fazenda Boldrini Pato Branco (PR). Envio do Técnico Jonatan Tayllel Soares
Fazenda Boldrini Pato Branco (PR). Envio do Técnico Jonatan Tayllel Soares

Foto em Corpus Christi - Paraguay. Envio de Valério Rocha
Foto em Corpus Christi - Paraguay. Envio de Valério Rocha​

Clique e envie sua foto ou vídeo e apareça aqui no Notícias Agrícolas! Fale com a gente através do
WhatsApp (19) 99767-0241, direct no Instagram @noticiasagricolasou use a hashtag #imangensdodia

Por: Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário