Alívio: Após longo período de estiagem, disponibilidade de água no solo no Sul é maior do que nas outras regiões

Publicado em 29/05/2020 14:45 e atualizado em 29/05/2020 15:30 1926 exibições

LOGO nalogo

Pela primeira vez em 2020, a disponibilidade de água no solo no sul do Brasil, ultrapassa as demais regiões do país. Desde o início da estação chuvosa, a região vem enfrentando problemas com as irregularidades de chuvas e altas temperaturas, que resultaram em perdas expressivas na produção de soja no Rio Grande do Sul e preocupação quanto ao desenvolvimento do milho safrinha no Paraná, durante o último mês. 

Na semana passada choveu de maneira mais expressiva em toda a região, devido a passagem de uma frente fria, levando assim certo ao alívio para o produtor. Segundo os mapas de disponibilidade de água no solo, da Agritempo, no período entre 24 e 28 de maio, o Rio Grande do Sul tem volumes acima de 80 milímetros de precipitação em todo o estado. 

O alívio também chegou para o produtor de Santa Catarina, sendo os maiores volumes notados no oeste do estado. O leste e parte da área central têm o volume mais baixo, não ultrapassando os 60 milímetros. O abastecimento no estado também é crítico e a estiagem que se estende desde o ano passado, se agravou no entre março e maio de 2020.

Veja o mapa de água disponível no solo no período entre 24 e 28 de maio: 

Disponibilidade de Água no Solo - Agritempo - 2905

Já no Paraná, os volumes observados em todo o estado são mais baixos, não ultrapassando os 60 mm em sua maior parte. Áreas da região central e leste, têm entre 60 e 80 mm de precipitação. O norte do Paraná foi a região mais afetada pela estiagem desde ano, que já é considerada a mais severa dos últimos 50 anos. 

Com a chegada do Inverno, a preocupação agora de toda a região é com as geadas. Segundo Elmar Floss - Doutor em Agronomia, especialista em fisiologia e nutrição de plantas, os volumes das últimas chuvas são suficientes para garantir as pastagens de Inverno e a umidade do solo por pelo menos um mês no RS. No Paraná a preocupação com o desenvolvimento do milho safrinha também já não precisa de altos volumes de água. As geadas, no entanto, preocupam o produtor local. 

Veja a previsão para os próximos dias aqui: 

>>> Tendência é de altas nas temperaturas no final de semana e novas chuvas para o Rio Grande do Sul

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário