HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Onda de calor: Inmet prevê temperatura na casa dos 40ºC para todo o Brasil nesta quarta-feira

Publicado em 30/09/2020 10:19 e atualizado em 30/09/2020 16:27 6380 exibições
Alívio na temperatura deve acontecer apenas no fim de semana e apenas no Sul e Sudeste

LOGO nalogo

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê temperatura na casa dos 40 graus todo o país nesta quarta-feira (30). A onda de calor é consequência da intensa massa de ar seco que segue predominante sobre o Brasil. Segundo Naiane Araújo, meteorologista do Inmet, apenas no final de semana as regiões Sul e Sudeste podem ter um alívio na temperatura.

"Pelo menos um estado de cada região do Brasil pode registrar temperaturas de 40ºC hoje", comenta a meteorologista. As temperaturas mais expressivas devem acontecer no Centro-Oeste, com mais intensidade no sul e oeste de Goiás, leste do Mato Grosso e todo o Mato Grosso do Sul, onde a temperatura máxima pode bater os 42 graus nas próximas 24 horas. 

A meteorologista destaca que também chama atenção as temperaturas previstas para o Triângulo Mineiro, que deve ter registro entre 40ºC e 42ºC. Ainda no Sudeste, em São Paulo as temperaturas também continuam elevadas, com previsão entre 36 e 40 graus, com destaque para o oeste do estado onde devem ser registradas as temperaturas mais altas. 

Temperaturas mais altas registradas

Segundo dados coletados pelas estações meteorológicas do Inmet, até as 15h30 desta terça-feira, as maiores temperaturas foram registradas no Mato Grosso do Sul. O município de Água Clara/MS registrou máxima de 43.8ºC, Coxim teve máxima de 43.6ºC e Corumbá, ainda no Mato Grosso do Sul, registrou 42.1ºC.

"Todo o estado do Mato Grosso do Sul está com temperaturas acima dos 38 graus", comenta Heráclio Alves, meteorologista do Inmet. Ainda no Centro-Oeste, Guiratinga no sul do Mato Grosso registrou temperatura de 41.9ºC. 

Já na região sul do Brasil, o Paraná predomina com as temperaturas mais altas. De acordo com Heráclio, todo o norte e noroeste do estado registrava 40 graus até a última atualização do Inmet. No Sudeste, as temperaturas mais elavadas estão sendo registradas em São Paulo. Ibitinga teve máxima de 41.6ºC e Votupuranga bateu os 41.3ºC. Em Minas Gerais, a onda de calor atinge principalmente o Triângulo Mineiro, com máxima de 40.7ºC em toda área. 

Veja o mapa de previsão de temperatura para esta terça-feira: 

24 horas - Temperatura
Fonte: Inmet 


No Sul do País, a massa de ar seco segue influenciando as temperaturas no Paraná. Apesar de chuvas serem registradas no Rio Grande do Sul, o sistema ainda não consegue avançar e o Paraná tem previsão de temperaturas entre 36 e 38 graus nesta quarta-feira. Já os outros dois estados da região sul, o norte do Rio Garnde do Sul e parte de Santa Catarina têm previsão de 34ºC.

O modelo Cosmo do Inmet, para as próximas 24 horas, indica chuvas mais volumosas apenas para o Rio Grande do Sul, com precipitação entre 20 e 30 mm. Os maiores acumulados são esperados para áreas do Centro-Leste do estado, enquanto as demais regiões podem ter chuvas pontuais.

Ainda nesta quarta, Santa Catarina também pode registrar chuvas isoladas. A tendência é que um novo sistema se aproxime do Rio Grande do Sul no final desta semana, aumentando as condições de chuvas no sul do estado, mas ainda sem força para romper o bloqueio e avançar para as demais regiões. 

Veja o mapa de previsão de precipitação para os próximos dias: 

93 Horas - Inmet - 3009
Fonte: Inmet 

Alívio nas temperaturas apenas no Sul e áreas do Sudeste

A intensa onda de calor deverá continuar ativa em todas áreas do país até, pelo menos, sexta-feira (2). Segundo Naiane, a tendência é que uma massa de ar mais frio comece a derrubar as temperaturas pelo sul do Brasil entre sexta e sábado (3). "As temperaturas vão cair no Sul e parte do Sudeste. A população vai sentir o alívio porque as temperaturas estão muito elevadas, mas até o momento não se trata de uma forte massa de ar frio", comenta. 

Segundo o modelo de previsão de temperatura, áreas do Rio Grande do Sul que vem registrando máximas entre 32 e 34 graus, terão declínio de pelo menos 10 graus, com máximas previstas entre 18 e 22 graus. O alívio será ainda mais expressivo para a parte sul do estado, com máximas entre 14 e 16 graus. 

O amanhecer durante o final de semana também será mais fresco. As mínimas podem ficar entre 6 e 8 graus. "Podemos ter ocorrências pontuais de geadas com intensidade fraca na região da Campanha", comenta a meteorologista. 

A tendência é que o ar frio avance também para Santa Catarina e Paraná, além de áreas de São Paulo. O modelo aponta declínio nas temperaturas previstos para domingo, com declínio significativo para São Paulo e Minas Gerais, que podem ter áreas com temperaturas máximas entre 20 e 24 graus. 

Veja o mapa de previsão de temperatura para os próximos dias: 

Temperaturas - Inmet - 3009
Fonte: Inmet 

Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário